InícioRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Taverna Yggdrasil

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3
AutorMensagem
Réptil

avatar

Mensagens : 71
Data de inscrição : 06/06/2012
Aluno Intermediário

MensagemAssunto: Re: Taverna Yggdrasil   Sex Abr 19, 2013 10:43 pm

Com as costas da mão limpou a boca, a fim de afastar a saliva que havia se acumulado nos lábios e na barba, espessa e escura. Afundou os polegares nos olhos, tentando fazer o estábulo parar de girar. O manto de urso estava ao seu lado, jogado de qualquer jeito sobre um monte de feno, assim como o cinto da espada.

Tateou-se com as mãos abertas, verificando se não tinha sido roubado ou ferido, mas a bolsa com os poucos trocados ainda se encontrava presa ao cinto; o corno, ídem. Ulrich não se lembrava de nada da noite anterior, mas o sabor da garganta deixava claro que havia bebido de tudo e em grande quantidade.

- Há quanto tempo não é nocauteado pelo álcool, heim, velho Ulrich. – gracejou o homem, recolhendo os pertences enquanto tentava se recompor.

Do lado de fora do estábulo, o chão de terra se tornara barro graças à chuva do dia anterior e as botas de Ulrich deixavam marcas no solo à medida que caminhava para a Taverna Yggdrasil. O lugar era seu destino desde o princípio, antes de cair bêbado, como fazia na juventude.

- Deve ter sido uma puta comemoração para eu ter me deixado levar desse jeito. Ou pagaram minhas bebidas, – disse, colocando a mão no bolso, recontando as moedas. – ou pagaram minhas mulheres, ou pagaram minhas bebidas – arrotou cidra, hidromel, vinho e cerveja, tudo junto. – e mulheres!

Adentrando a Taverna, percebeu que a noite que perdera embriagando-se em outra taverna qualquer havia sido boa para os outros aventureiros. Thoeak resmungava algo quando viu Ulrich se aproximar, mas o Homem sem Honra afagou a cabeça do anão, como quem acalma uma criança, e olhou para o pergaminho afixado no mural. Correu os olhos pelas letras e os mesmos pareceram se encher com uma certa emoção.

- Ora, velho Thoeak! Quer dizer que Sigulf esteve entre vocês ontem e o senhor nem para me avisar? – gargalhou. - Um brinde à expedição que está por vir! – pegou uma garrafa de cerveja pela metade e a esvaziou em seu corno.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ciclone

avatar

Mensagens : 75
Data de inscrição : 21/06/2012
Aluno Intermediário

MensagemAssunto: Re: Taverna Yggdrasil   Sab Abr 20, 2013 3:18 pm

Sentado em um canto mais escuro na taverna, se encontrava um homem alto, com uma expessa barba loira, vestes negras e o que parecia ser um alaude ao seu colo. Sua caracteristica mais marcante, no entanto, era a enorme queimadura que lhe consumia metade da face. Era possível notar que o que agora era uma massa de carne queimada e pus já havia sido belo um dia, muito tempo atrás.

Invariavelmente, acabara por chamar muita atenção dentro da taverna, risadinhas e olhares esguios permeavam o local, misturados a expressões de desgosto. Balthazar ja estava acostumado a situação, e ignorava o que acontecia ao seu redor, intercalando goles de sua caneca de hidromel com notas calmas em seu alaúde ao murmurar uma canção serena.


-Uma expedição... a Valleyheim?

Ao ouvir a frase, a atenção de Balthazar se voltara completamente a outra fonte de atenções dentro da taverna, um pequeno grupo de pessoas reunidos em outro extremo do estabelecimento. "Um truque, uma brincadeira de mal gosto" diziam uns, "Uma blasfêmia" diziam outros, e única frase aceita por consenso geral era "Eles devem estar loucos". Ao se aproximar, Balthazar testemunha a razâo de tamanho alvoroço. Ele vê um anúncio falando sobre um recrutamento, um recrutamento para a tão comentada expedição para a terra mística de Valleyheim.

-Eu nâo acredito... - Murmura Balthazar. -Os rumores eram verdadeiros, e tudo que eu precisava fazer era ficar sentado em uma taverna imunda enchendo o rabo de cerveja. HAHA, pelas barbas de Odin.

O guerreiro sem perder tempo paga sua conta e parte para um do locais apontados no anuncio. Não sabia o que lhe esperava a frente, mas de um jeito ou de outro entraria para aquela expedição custe o que custar.

________________________________________________________________________
Spoiler:
 

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Cromático

avatar

Mensagens : 133
Data de inscrição : 06/06/2012
Aluno Intermediário

MensagemAssunto: Re: Taverna Yggdrasil   Sab Abr 20, 2013 3:50 pm

-E caso achem o contrário, me retirem se forem capazes!

Logo, Tullius estava jogado na lama.

Acabara de ser expulso de uma taverna, por ofender um membro da nobreza de Exanceaster. Tudo começou com um jogo de dados, que estava tremendamente emocionante, era só “O Azarento” ficar exaltado e pronto.
Resmungando, ele caminha até outra taverna que não estava muito longe dali, Ygdrasil. A chuva estava intensa e suas curtas pernas afundavam na lama, enquanto amaldiçoava cada um que o retirou daquele local. Nome por nome.

Ainda resmungando ele adentra a taverna direto ao balcão, onde estava Thoeak. Reserva sua estadia e pede vinho e uma perna de javali. Apesar de não parecer, ele estava prestando atenção nos mínimos detalhes daquela noite. Estavam presentes; Sigulf, o Quebrador-de-Escudos, Aldryck, o filho das estrelas, Kha’arg, o filho de Vol’gar, entre outros anões, elfos, camponeses e bárbaros. Gritarias, insultos e histórias recheavam aquele local. Poderia muito bem aproveitar que ainda não estava tão bêbado e jogar uma boa partida com outros anões, mas preferiu seguir para seu quarto. Não podia ser expulso em plena tempestade, não pela segunda vez.

No outro dia, ele acorda bem disposto, arruma suas vestes e desce, para se deliciar com bolos, pães e chá. Comendo uma maçã verde, ele caminha até um mural de madeira:

-Vallleyheim!? Ninguém parte para uma jornada deste tipo sem Tullius Windhelm.

________________________________________________________________________
"Ele matou o basilisco em vão
Deixando-o inerte no arenoso chão.
Corre o veneno através da lança
E mata o mouro, quando a mão alcança."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Enxurrada



Mensagens : 266
Data de inscrição : 06/04/2013
Aluno Iniciante

MensagemAssunto: Re: Taverna Yggdrasil   Sab Abr 20, 2013 7:20 pm

A noite anterior devia ter sido boa. Alcarothar acordou nú e com duas prostitutas deitadas em sua cama. Seu olho direito estava roxo, seu hálito fedia vomito e , devido a bebida, sua cabeça doía como se o próprio Thor tivesse batido nela. Ao tentar se levantar, Alcarothar quase foi ao chão. Se apoiando nas paredes, ele saiu de seu quarto.

Na taverna, foi direto falar com Thoeak:

— O que aconteceu ontem? — Disse O Domador de Cavalos entre soluços — Não consigo lembrar de nada!

— Ontem, você bebia tranqüilamente com alguns Æesir, — Respondeu o anão — Quando o Jarl Sigulf adentrou a taverna. Ele contou a historia de uma de suas aventuras em Valleyheim. Não sei como foi nem por que, mas, quando percebi, um anão estava te dando uma série de socos na cara. Um tempo depois, você, junto com os mesmos Æsirs que estavam bebendo com você, cantava uma canção sobre uma mulher sendo estuprada, com duas prostitutas no colo. Quando todos estavam indo para suas casas, você levou as prostitutas pro seu quarto e, lá, só Odin pode saber o que aconteceu. Hoje de manhã, colocaram um aviso no mural.

Alcarothar foi até o mural e leu o aviso com dificuldade.

— Vou alimentar os cavalos e depois vou ver algum desses Jarls — Falou Alcarothar com si mesmo —Posso não ter outra chance de ir a Valleyheim ...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Aquiles

avatar

Mensagens : 344
Data de inscrição : 06/06/2012
Aluno Intermediário

MensagemAssunto: Re: Taverna Yggdrasil   Sab Abr 20, 2013 7:24 pm

A noite anterior na Taverna de Yggdrasil tinha sido movimentada. Histórias e discussões tinham agitado a noite. Lars tinha passado a noite inteira quieto, em um canto afastado da taverna, bebendo hidromel ininterruptamente e observando os homens que estavam no lugar durante noite. Provavelmente ninguém havia reparado em sua presença, talvez algum homem mais observador, poderia ter o visto, mais Lars não acreditava nisso.

Tinha observados a história de Jarl Sigulf sobre a Sprättuvejr. Essa seria mais uma das várias história que conhecia e passaria para seus filhos em um futuro distante. Lars também tinha percebido que alguns anões estavam conversando, mas não escutou bem sobre os o que eles falavam, só percebeu que um deles era Jarl Kha’arg Dökvengar. E também ouviu um elfo, Jarl Aldryck, nomear como vassalo outro elfo que se chamava Ullr Bradörn. Lars tinha ouvido história sobre todos eles, eram nobres bem conhecidos e com um nomes respeitados por toda Winterhein.

Agora, já na manhã seguinte, Lars acorda de seu pesado sono em um quarto da taverna de Yggdrasil rodeado de vomito. Depois de alguns segundos percebe que o vômito era de dois homens jogados no chão de seu quarto. Deviam ter aproveitado o pesado sono de Lars para ter um teto sob onde dormir. Então Lars levanta e começa a chutar os dois homens para que acordem e saiam de seu domínio. Os dois homens não se movimentam, então Lars pega os dois homens pelos cabelos, os levanta e os joga pela porta de seu quarto.

Depois do estúpido momento que fez Lars ficasse extremamente irritado com o fato de ter que fazer movimentos bruscos logo depois de acordar, sai de seu quarto e volta para a taverna, onde pede um copo de cerveja para acordar completamente. Nesse momento, Lars vê um amontoado de homens conversando sobre as expedições, então vai até o quadro de madeira, onde homens se reúnem e observa os nomes dos homens que estariam financiando as expedições.

________________________________________________________________________
“Os lugares mais sombrios do inferno, são reservados aqueles que se mantiveram neutros em tempos de crise moral”


Última edição por Aquiles em Dom Abr 21, 2013 4:08 am, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://joaobrum.deviantart.com/
Onda

avatar

Mensagens : 355
Data de inscrição : 06/06/2012
Aluno Intermediário

MensagemAssunto: Re: Taverna Yggdrasil   Sab Abr 20, 2013 11:25 pm

Fazia tempo que Reno não presenciava tamanho tumulto na Taverna Yggdrasil. Por mais que a mesma sempre ficasse lotada, os "problemas" eram sempre os mesmos, nunca acontecia algo de novo. Mas finalmente haviam atiçado seu espírito aventureiro, que já estava acomodado fazia algum tempo.

Depois da noite agitada e de um bom sono o Álfar, ao descer para a área comum da taverna, se depara com o panfleto das três expedições citadas na noite anterior. Ele lê com atenção as palavras ali escritas e começa a refletir sobre seu destino.

- "A expedição do Álfar nobre está completamente fora de cogitação." - pensou o jovem(para os padrões de sua raça) - "Por mais que tenha contado boas histórias, algo que me conquista, achei muito fanfarrão esse Jarl Sigulf. Então o que me sobra é o ferreiro anão e, pensando bem, até que ele não me parece má escolha." - Então de cabeça feita, Reno Ælfwine sai da taverna rumo a ferraria de Dökvergar esperando que reste alguma vaga em sua expedição.

________________________________________________________________________


FICHA:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Arco

avatar

Mensagens : 2365
Data de inscrição : 05/06/2012
Criador

MensagemAssunto: Re: Taverna Yggdrasil   Qua Maio 01, 2013 1:17 am



PASSAGEM DE TEMPO!

Havia três dias que as embarcações haviam zarpado de Exanceaster em direção ao desconhecido e a agitação na cidade havia diminuído, tudo ficaria calmo até o retorno dos Jarls, pelo menos era isso que se esperava.

Off:
 



________________________________________________________________________
Fonte:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Cromático

avatar

Mensagens : 133
Data de inscrição : 06/06/2012
Aluno Intermediário

MensagemAssunto: Re: Taverna Yggdrasil   Qui Maio 02, 2013 5:43 pm

Já se passara três dias desde que as naus partiram. Para sua felicidade, Tullius conquistou a fama de covarde em Exanceaster, e precisava urgentemente provar o contrário.

Em Ygdrasil, estava sentado em uma mesa no canto da taverna, afogado em vinho e pensamentos. Tateava a mesa dedo a dedo, enquanto lembrava-se dos últimos tempos.

Próximo ao balcão estava Alcarothar, o aesir que Tullius tentara salvar. Uma idéia surge na mente do Azarento. Ele da um murro na mesa e segue em direção do aesir:

-Veja se não é Alcarothar, o ladrão de cavalos! Gostaria de jogar uma partida comigo?- Diz enquanto retira três dados de osso da mochila. – Ambos não temos nada a perder... Não é mesmo?

________________________________________________________________________
"Ele matou o basilisco em vão
Deixando-o inerte no arenoso chão.
Corre o veneno através da lança
E mata o mouro, quando a mão alcança."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Enxurrada



Mensagens : 266
Data de inscrição : 06/04/2013
Aluno Iniciante

MensagemAssunto: Re: Taverna Yggdrasil   Sex Maio 03, 2013 9:56 pm

Alcarothar cantava canções com um grupo de amigos, ainda sendo alvo de chacota e já apresentava sinais de embriaguez. Ele tomava tranqüilamente seu hidromel enquanto cantava uma canção sobre a filha de um marinheiro que virou prostituta, quando um anão chegou perto dele e disse:

-Veja se não é Alcarothar, o ladrão de cavalos! Gostaria de jogar uma partida comigo? Ambos não temos nada a perder... Não é mesmo?

— Eu lembro de você... — Respondeu Alcarothar — Você é o anão que tentou me livrar dos guardas— Alcarothar deu uma profunda risada — Pelo jeito eu devo ter mijado em Odin. Primeiro de tudo, eu não roubei nenhum cavalo, meu amigo, e, segundo, parece que seu depoimento não me ajudou em nada. Mas... Como você mesmo disse, eu não tenho nada a perder. — Alcarothar pegou algumas moedas de bronze do bolso e colocou sobre a mesa. — Porém, e se em vez de sorte, disputemos resistência? Responda, meu caro, quantas garrafas de hidromel você consegue tomar antes de desmaiar?

Alcarothar estampou um sorriso malicioso no rosto e deu um longo gole em seu hidromel.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Predador

avatar

Mensagens : 187
Data de inscrição : 05/06/2012
Aluno Avançado

MensagemAssunto: Re: Taverna Yggdrasil   Sab Maio 04, 2013 7:32 am

Por três dias Berg viajou em busca de alguma expedição que pudesse levá-lo a Valleyheim. Seu corpo poderia estar quase esgotado, mas o espírito e a determinação do jovem guerreiro eram formidáveis. E foi com essa bravura que o rapaz conseguiu chegar ao porto de Exanceaster.

No porto havia um estabelecimento grande que chamava a atenção pelo barulho e movimento. O local se chamava Taverna Yggdrasil e lá era possível ver pessoas de vários tipos diferentes, bebendo e jogando. Inclusive reparou tambem em dois bêbados, uma anão e um aesir, jogando três dados de ossos.

Berg se encaminhou em direção ao balcão e percebeu um anão caolho que, possivelmente, era o dono do estabelecimento. Todos ali se referiam a ele como Thoeak.

- Por favor, o que você tiver de comer que essas moedas possam pagar.

Falou ao anão enquanto se apoiava no balcão e retirava algumas moedas de prata dos seus bolsos.

Enquanto esperava ser servido pensou: "Bom, aqui parece ser um lugar perfeito para reunir aqueles que irão se aventurar no mar para Valleyheim. Se alguma expedição estiver para acontecer Thoeak deve saber me responder.".

-Thoeak, certo? Pode me dizer se há alguma expedição para Valleyheim acontecendo ou que esteja para acontecer?

Perguntou o jovem, esperando a resposta apoiado no balcão.

________________________________________________________________________
Ficha:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Arco

avatar

Mensagens : 2365
Data de inscrição : 05/06/2012
Criador

MensagemAssunto: Re: Taverna Yggdrasil   Dom Maio 05, 2013 5:21 pm




NARRATIVA

Thoeak realizava seus afazeres normais, conversando com alguns clientes e servindo as bebidas. Quando Berg se aproximou e fez o pedido, ele o serviu com um pouco de hidromel, um pão duro e um pedaço de carne de porco. Em seguida, pôs-se a responder as perguntas do jovem.

– Você parece ter chegado atrasado, jovem. Os barcos zarparam a três dias. Eram três expedições, cada uma liderada por um Jarl diferente, você já deve ter ouvido falar deles. Sigulf, Aldryck e Kha'arg. – Apontou para Alcarothar e Tullius.

Aqueles dois ali tentaram ir nas expedições, mas acabaram ficando para trás. Houve um ataque de um grupo de bandidos chamados "Os Corvos" e uma grande confusão. Não tenho mais notícias sobre os barcos. Mas, se você veio aqui atrás de aventura, você deve procurar Eddard, o Pai de Muitos, ele parece estar organizando um grupo para caçar um suposto urso devorador de humanos que vem atacando na floresta aqui perto da cidade.

Thoeak retirou um papel de baixo do balcão e entregou a Berg, nele haviam algumas instruções sobre como encontrar Eddard e ingressar nessa comitiva. Eddard estaria esperando ao amanhecer, na saída da cidade, pronto para ir e só retornar quando eliminasse o urso.

– Vocês dois aí podem se interessar também! – Gritou para Alcarothar e Tullius.



________________________________________________________________________
Fonte:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Predador

avatar

Mensagens : 187
Data de inscrição : 05/06/2012
Aluno Avançado

MensagemAssunto: Re: Taverna Yggdrasil   Dom Maio 05, 2013 9:10 pm

Após sua pergunta, Thoeak lhe serviu comida e bebida e contou sobre expedições que já estavam ocorrendo, lideradas por três diferentes Jarls, cujos nomes realmente não soavam estranho para Berg, afinal todos os detentores de tal título são considerados verdadeiras lendas em Winterheim.

O jovem ouvia o anão enquanto comia seu pão duro e sua carne de porco e beia seu bom hidromel. Como a fome do rapaz era muito grande, Berg não estava tão focado nas informações que Thoeak, mas ainda assim prestou atenção na informação que o dono da taverna lhe deu sobre Eddard, o Pai de Muitos, e no documento com instruções de como encontrá-lo e entrar na sua comitiva para caçar um suposto urso que vem atacando humanos.

- Bom, já que não há expedições disponíveis vou atrás deste urso. Obrigado Thoeak, vou chamar os dois que você apontou, devem servir de bons aliados.

Assim, depois de se alimentar e beber seu hidromel, o jovem guarda o papel no bolso e vai em direção à mesa onde os dois, que agora não jogavam mais os dados, se encontravam. Chegando, Berg os convidou para a aventura.

- Bom, Thoeak disse que vocês poderiam se interessar e concordo com ele. Este papel possui instruções de como encontrar Eddard, Pai de Muitos. Ele está formando um grupo de caça para pegar um suposto urso que está matando humanos na floresta perto da cidade. E então, vocês estão interessados em uma parceria?

Berg agora estava de pé ao lado da mesa com o papel em suas mãos, olhando para os dois e esperando suas respostas.

________________________________________________________________________
Ficha:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Cromático

avatar

Mensagens : 133
Data de inscrição : 06/06/2012
Aluno Intermediário

MensagemAssunto: Re: Taverna Yggdrasil   Seg Maio 06, 2013 6:38 pm

Alcarothar e Tullius tiveram sua partida interrompida por um aesir de capa de peles e rosto um pouco conhecido pelo Azarento.

Ele os informa sobre algum Eddard, Pai de Muitos, que estaria formando um grupo para caçar um urso.

-Bem meu caro, não estou em condição de rejeitar uma caça. Na verdade, Tullius Windhelm nunca esteve nessas condições! – Ele se levanta, estampando um sorriso e cumprimentado o aesir – Mas antes, gostaria de saber o seu nome.

________________________________________________________________________
"Ele matou o basilisco em vão
Deixando-o inerte no arenoso chão.
Corre o veneno através da lança
E mata o mouro, quando a mão alcança."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Canário

avatar

Mensagens : 590
Data de inscrição : 05/06/2012
Aluno Intermediário

MensagemAssunto: Re: Taverna Yggdrasil   Seg Maio 06, 2013 9:00 pm

Depois de se recuperar dos graves ferimentos depois da confusão no porto, Hálfdan caminhava, mais uma vez até a Taverna Yggdrasil. A maioria da movimentação que ocorria ali dias atrás já não era a mesma, visto que muitos haviam partido em expedições acompanhados dos Jarls. Hálfdan caminhou pela taverna e avistou um homem de cabelos castanhos e começou a ouvir sua conversa. -- Olá, sou Hálfdan. -- estendeu a mão até Berg, uma figura que já vira uma ou duas vezes, mas nunca havia conversado. -- Vejo que está procurando homens para a caça de Eddard, ou algo do tipo. -- retirou seu capuz -- UM urso..? Estou dentro. -- disse olhando para o homem com o papel em mãos.

________________________________________________________________________

FICHA FHVERSO:
 

-  Justiça? Que bela palavra.

"O patriotismo é o ovo das guerras."  
 
(Guy de Maupassant)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Predador

avatar

Mensagens : 187
Data de inscrição : 05/06/2012
Aluno Avançado

MensagemAssunto: Re: Taverna Yggdrasil   Seg Maio 06, 2013 9:17 pm

- Bom, já que aceitaram vou me apresentar formalmente. Me chamo Berg, filho de Gunnar, um grande soldado que usava as mesmas vestes e armas que estou usando agora.

Falou Berg, com um certo tom de imponência e orgulho, se dirigindo a Tullius e o outro homem que não havia se manifestado ainda.

Enquanto Berg falava, outro anão que se apresenta como Hálfdan estende a mão até ele, demonstrando seu interesse em participar do grupo de caça.

- Qualquer ajuda é bem vinda Hálfdan. Me chamo Berg, por sinal. Então, façam seus preparativos. Partimos ao amanhecer.

Dizendo isso, o rapaz se encaminha para Thoeak novamente, dessa vez para pedir ao anão um quarto para poder passar a noite.

- Então Thoeak, eu preciso de um quarto para passar a noite. Parece que você estava certo, os rapazes realmente se interessaram pela proposta. Quanto vc cobraria por um pequeno quarto de hóspedes?

Pergunta o jovem com um semblante cansado, esperando a resposta de Thoeak de pé, em frente ao balcão.

________________________________________________________________________
Ficha:
 


Última edição por Aero em Seg Maio 06, 2013 9:26 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Canário

avatar

Mensagens : 590
Data de inscrição : 05/06/2012
Aluno Intermediário

MensagemAssunto: Re: Taverna Yggdrasil   Seg Maio 06, 2013 9:21 pm

Hálfdan já estava com seus pertences do lado de fora da taverna, bastava ir até lá e se preparar para a aventura, porém só partiriam de manhã. Depois de beber uma caneca de hidromel em um único gole, ele limpou sua barba e caminhou até a Thoeak -- Gostaria de passar a noite aqui. -- suspirou e olhou para o dono da taverna.-- Amanhã partirei. -- esperou a resposta do anão, assim, passaria a noite ali e no dia seguinte partiria para a caça.

________________________________________________________________________

FICHA FHVERSO:
 

-  Justiça? Que bela palavra.

"O patriotismo é o ovo das guerras."  
 
(Guy de Maupassant)


Última edição por Canário em Qua Maio 08, 2013 11:39 am, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Erak Byrnison

avatar

Mensagens : 29
Data de inscrição : 14/06/2012
Aluno Iniciante

MensagemAssunto: Re: Taverna Yggdrasil   Ter Maio 07, 2013 5:30 pm

Erak chegara na cidade há poucos dias. Não a conhecia direito, mas havia um lugar que ele nunca esqueceria a localização: a Taverna. O homem, desde pequeno, sempre fora apaixonado por cervejas. Era a segunda vez que ia lá, levando algumas moedas para poder consumir qualquer coisa alcoólica. Sempre se perguntou se era daí que vinha sua grande resistência.

Entrou no local carregando seu porrete na mão direita. Sentou-se em uma mesa e esperou ser atendido.

– Três! – ele disse, mostrando algumas moedas para a mulher que carregava, em uma bandeja, algumas canecas com cerveja. Ela colocou a quantidade pedida e foi embora.

Quando bebia sua segunda caneca, Erak pensou que estava começando a ficar bêbado, pois ouvira que alguém estava a procura de pessoas para caçar um urso que devorava pessoas. Então lembrou-se que era para isso que ele estava ali: aceitar trabalhos que poderiam tirar a sua vida, em troca de algum dinheiro.

Levantou-se e foi até as pessoas que estavam conversando sobre aquilo. Meteu-se entre eles, ouvindo um pouco mais do que eles falavam. Quase que sem pensar, disse:

– Eu sou forte! Parto o urso em dois! – Bateu com força no seu peito, para demonstrar o quão forte era. Esperava que pudesse participar da caçada; sempre quisera comer carne de urso...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Arco

avatar

Mensagens : 2365
Data de inscrição : 05/06/2012
Criador

MensagemAssunto: Re: Taverna Yggdrasil   Qui Maio 23, 2013 2:21 am



PASSAGEM DE TEMPO

Era chegada a hora dos interessados se direcionarem até a entrada de Exanceaster, ir até Náttúramǫrk, a Floresta dos Espíritos e se encontrarem com Eddard, o Pai de Muitos. Alcarothar, Berg, Erak, Hálfdan e Tullius acordaram bem cedo, antes do amanhecer, se alimentaram e seguiram em grupo para encontrar seu destino.



________________________________________________________________________
Fonte:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Canário

avatar

Mensagens : 590
Data de inscrição : 05/06/2012
Aluno Intermediário

MensagemAssunto: Re: Taverna Yggdrasil   Sex Maio 24, 2013 5:09 pm

Finalmente a noite passara lenta e fria, os interessados podiam ir a caminho de Náttúramǫrk e se encontram com Eddard, o Pai de Muitos, e iniciar a missão proposta no dia anterior. Hálfdan já estava acordado logo de manhã, preparara suas coisas na noite anterior, se alimentou e anunciou na porta da Taverna. -- ESTOU DE PARTIDA HOMENS! -- berrou no estabelecimento ainda um pouco silencioso, sem se importar, anunciando sua partida para que os outros que iriam junto, ou até mesmo para que Thoeak avisasse qualquer um que partisse atrasado. O anão vermelho se pôs a caminhar em direção à Floresta dos Espiritos.

________________________________________________________________________

FICHA FHVERSO:
 

-  Justiça? Que bela palavra.

"O patriotismo é o ovo das guerras."  
 
(Guy de Maupassant)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Taverna Yggdrasil   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Taverna Yggdrasil
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 3 de 3Ir à página : Anterior  1, 2, 3
 Tópicos similares
-
» Taverna Yggdrasil

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
fabricadeherois :: FH Crônicas Nórdicas :: Role Play :: Exanceaster-
Ir para: