Fórum da Fabrica de Heróis
 
InícioRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 T04E08 - Tudo novo, tudo diferente.

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
Kyp

avatar

Mensagens : 1165
Data de inscrição : 05/06/2012

MensagemAssunto: T04E08 - Tudo novo, tudo diferente.   Dom Ago 26, 2018 4:58 pm

Nova Capital, Marechal de Andrade, 30 de abril de 2017, 23h43m:

Um grupo de quatro indivíduos distintos corria em meio a destroços de caminhões, que foram explodidos a poucos momentos, e atrás deles um grupo de soldados fortemente armados os perseguiam. Haviam acabado de roubar uma carga que estava a caminho do Setor Militar, uma tecnologia que ainda estava em desenvolvimento.

Garota 1:
- Cuidado com a mochila!
Garota 2:
- Fica tranquila, gatinha. Haha
A garota de cabelos azuis disse rindo, enquanto corriam pelos becos da cidade. Algumas casas ao redor estavam destruídas, e outras abandonadas. Janelas vedadas com madeira denunciavam que pessoas ainda viviam ali. Ao virar uma determinada esquina, encontraram outro grupo de soldados que já estavam esperando por eles, e os receberam com diversos disparos com armas tecnológicas.

Homem:
- VOLTAAAA PORRAAAA!!
________________________________

Instituto Victoria Cardoso, 3 de Maio de 2017, 10h27m:

Luminos:
- Atenção Força Heróica! Isso não é um treinamento! Uma estranha assinatura de energia foi identificada na quadra de basquete! Preparem-se, não sabemos o que pode ser!
A voz de Luminos ecoava pelos alto-falantes espalhados pelo Instituto Victória Cardoso. Alguns alunos corriam para fora do edifício, desesperados. Já os membros do Força Heróica corriam na direção da quadra, preparando-se para ação. Havia passado quase um mês após a última missão, e desde então o grupo aguardava por ordens de Granizo para as futuras missões, muitos deles ainda refletindo nos últimos eventos.

Impacto:
- Finalmente um pouco de ação! Já tava ficando entediado aqui!
Arsenal:
- É mermão, só não sei se isso é coisa boa ou não.
Todos eles chegam quase que ao mesmo tempo na quadra de basquete, alguns ainda terminando de vestir o uniforme. O céu, que minutos antes estava claro e com poucas nuvens, agora estava nublado, com raios, anunciando uma grande tempestade. O grupo se reuniu em círculo ao redor do ponto de luz pulsante que se formou no centro da quadra. Fumaça era expelida por esse ponto, e logo se dissipava no ar.

Garuda:
- Eu estou sentindo algumas presenças, mas não consigo ler essas mentes. É como se estivessem longes demais pra mim.
O grupo ficava ainda mais apreensivo com o relato de Garuda. Uma fraca onda de energia saiu do pequeno ponto de luz. Mais uma onde, não tão fraca, chegou a aproximar dos membros da Força Heróica. A terceira já pôde ser sentida por todos eles. Enquanto isso o ponto de luz pulsava mais forte, crescendo, ganhando mais força.

Repentinamente, o ponto cresce numa esfera de energia de 3 metros de diâmetro, flutuando a alguns metros do chão. Os 12 membros do time se colocam em posição de ataque. Uma espécie de fumaça negra e densa pode ser vista por dentro da esfera, sendo segurada por uma fina camada de energia, como se fosse um campo de força.

Gritos são ouvidos de lá de dentro, e cinco disparos de energia iluminando fracamente o interior da esfera. Dois dos disparos furam a camada de energia, um em direção a Estática, que se teleporta no susto para desviar do disparo, outro indo de encontro a Morfo, que se desvia para o lado.

Mais alguns gritos são ouvidos, e o último deles é acompanhado de um corpo, jogado pela esfera, caindo no chão já sem vida. Era um homem uniformizado, provavelmente um soldado. Estava semi-petrificado, e com marcas de garras cortando o peito. O grupo se assusta. Alguns dão um passo para trás, enquanto outros já se preparam para um ataque iminente. Mas nada acontece. O silêncio volta a reinar ali por alguns segundos, até que vozes abafadas são novamente ouvidas.

Impacto:
- Atenção, pessoal!
As vozes ficam cada vez mais audíveis, mas ainda não era possível entender o que diziam. Sombras podiam ser vistas em meio a densa fumaça negra que era ainda guardada pela esfera

Arsenal:
- Fiquem a postos! Tem alguma coisa vindo.
Um homem réptil pula da esfera, olhando para o grupo ao redor. Sua língua bifurcada é exposta, sentindo o ar a sua volta. No lugar de seus cabelos, serpentes se enrolam e se movem pela cabeça, como uma medusa. Seu uniforme roxo estava desgastado. Logo atrás dele, uma garota de cabelos azuis e cheia de piercings também pula, com um sorriso debochado no rosto. Ela olha ao redor, e quando vê Olívia, dá uma piscadinha para a garota. Ela segurava uma mochila preta em suas costas.

Por fim, mais duas figuras surgem de dentro da esfera, antes da mesma se contrair novamente para um ponto de luz pulsante. Uma garota japonesa de cabelos curtos negros e um braço metálico olhava séria para o grupo, e ao seu lado, o maior dos quatro: um homem forte, moreno e com barba grande. Ele tinha garras no lugar das unhas, que pingavam sangue, e o mais estranho: uma cauda de macaco.

Homem:
- Ah, nada como ar fresco!
Inspirou o ar, alargando suas narinas, e logo após, deu um largo e macabro sorriso para Miguel, revelando seus grandes e afiados caninos.

Os quatro ficaram cercados pelo time da Força Heróica.

Observações:
- Como eu não jogo, Espectro será um NPC. Vocês podem delegar funções para ele.
- Vocês tem até 21h59 de terça-feira (28/08) para postar.

________________________________________________________________________
Ficha Força Heróica:
 


Última edição por Espectro em Ter Ago 28, 2018 9:17 am, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Garuda

avatar

Mensagens : 2401
Data de inscrição : 06/06/2012

MensagemAssunto: Re: T04E08 - Tudo novo, tudo diferente.   Seg Ago 27, 2018 12:52 pm

A assinatura energética que levou a Força Heroica até a quadra revelou-se como uma espécie de portal, que liberou sobre eles quatro invasores desconhecidos. Era óbvio que eram alguma espécie de agressores, novamente a equipe se via em uma invasão e um combate não desejado.

Respirou fundo, fechou os olhos e ativou o elo mental - apenas para saber que boa parte dos companheiros sentia o mesmo que ele. Eles estavam cansados dessas batalhas sem fim. Mas, desistir e se entregar não era uma opção. Aproveitou aquele momento para compartilhar ideias e estratégias rapidamente, principalmente com Espectro.

"Vou tentar entender o que está acontecendo, vocês se preparem para o pior, eles não parecem nada amigáveis. Espectro, prepare a ação combinada. Umbra e Arsenal cobrem ele. Réplica, você mantém o elo mental e ajuda o Espectro."– enquanto esticava a mão para o lado, permitindo que Réplica copiasse seus poderes e ajudasse-o com a ação.

Dando um passo à frente no círculo que se formara ao redor dos invasores, Garuda tomou a frente e começou a falar com eles, enquanto desfazia o elo mental com os colegas - precisaria da telepatia para o que estava planejando e a usaria com toda a sua potência.

– Quem são vocês e o que vocês querem aqui?

Essa pergunta era só para ganhar algum tempo e entender o que estava acontecendo através da telepatia. Tentaria arrancar das mentes dos adversários quem eles eram e o que estavam fazendo ali, enquanto ganhava tempo para Espectro usar seus poderes e identificar quais os pontos fracos de cada um deles. Quando Espectro conseguisse as informações, caberia a Réplica espalhá-las nas mentes de cada membro da Força Heroica.

Se precisasse se defender contaria com a telecinese e seus sólidos de efeagatênio, usando-os como armas contra os adversários.

________________________________________________________________________
Fonte:
 


"Só é sábio o homem que se mantém senhor de si mesmo."
(Bhagavad-Gita)

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Sísmico

avatar

Mensagens : 210
Data de inscrição : 05/06/2012

MensagemAssunto: Re: T04E08 - Tudo novo, tudo diferente.   Seg Ago 27, 2018 2:27 pm

”’Não é sua culpa...’, queria que estivesse certo, Alexandre. Mesmo com todo esse treinamento, eu...”; Pedro pensava de forma melancólica sobre a última missão; mesmo um mês após aquilo, seu espírito ainda fraquejava as vezes. No entanto, o rapaz não estava só, seus amigos o ajudavam, até por acidente em alguns momentos. Ao olhar pela janela do quarto, o jovem se deparou com Olívia treinando arduamente. ”Uau! Como ela consegue nos acompanhar, mesmo sem poderes? Diante de uma determinação dessas, eu não tenho o direito de me abater.”; Sísmico refletiu, com um semblante resoluto em seu rosto.

O jovem se dirigiu até uma das áreas externas do Instituto e lá, fechou os olhos e se concentrou. Com o torso a mostra, ele flexionava os músculos e respirava fundo, causando pequenos tremores de forma ritmada. “Seja um com a terra...”, o rapaz repetia o mantra mentalmente, enquanto pratica movimentos de combate; o solo se deformava, as rochas se desprendiam acompanhando o corpo de Pedro.

No entanto, toda a sua concentração foi quebrada de forma repentina com a chegada de Estática, que parecia tentar aliviar um pouco a tensão acumulada por todos os perigos que enfrentaram nas missões anteriores. Uma breve conversa se desenrolou entre os jovens, mas antes que Pedro pudesse ter a chance de interagir mais com a moça, a vos de Luminos surgiu, indicando um possível ataque ao Instituto. "Droga, logo agora? Mas depois disso, eu vou falar, eu preciso."; pensou o rapaz, enquanto corria para seu uniforme e depois partir em direção à quadra, onde a assinatura de energia se encontrava.

Ao chegar lá e encontrar seus companheiros, Pedro observou os quatro indivíduos que saltaram da esfera, bem como os disparos e o corpo que haviam sido expelidos momentos antes, utilizando estes segundos para tentar analisar os potenciais adversários. Em específico, tinha alguma ideia das habilidades do réptil e do grandalhão. ”E aquela garota da mochila, será que ela não tem poderes e guarda os equipamentos ali? Bom, acho que vou descobrir logo logo.”.

Em seguida, Garuda ativou o elo mental rapidamente para notificar o grupo sobre o que iria fazer, além de dar diretrizes a alguns dos membros, desativando-o em sequência. ”Então ele vai entrar nas mentes deles. Vai precisar de tempo, e pelo olhar deles; tempo é a última coisa que ele vai ter.”; pensou o rapaz, estalando os ombros e se preparando para o combate iminente.

Desta maneira, Sísmico pretendia tomar uma postura mais defensiva e de suporte, esperando o primeiro movimento dos adversários e protegendo seus companheiros; em especial: Radesh, Alexandre e Davi; por estarem mais vulneráveis. Para tal, iria se utilizar de barreiras e dunas de terra para auxiliar à locomoção. Além disso, aproveitaria o tempo para analisar melhor as habilidades dos oponentes, mostrando-as à equipe para que pudessem contra-atacar de forma eficiente no futuro.

________________________________________________________________________
Fonte:
 


Última edição por Sísmico em Ter Ago 28, 2018 10:34 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Olímpica

avatar

Mensagens : 369
Data de inscrição : 05/06/2012

MensagemAssunto: Re: T04E08 - Tudo novo, tudo diferente.   Seg Ago 27, 2018 11:27 pm

A ultima missão em grupo havia mexido com todos os membros da Força
heroica, inclusive Olívia. A garota já havia enfrentado e visto coisas que jamais havia imaginado, mas aquele descontrole de Jean mostrando sua outra personalidade, havia deixado a garota realmente para baixo. Olímpica e Antares haviam se tornado grandes amigos, muito por causa das missões que fizeram juntos. Eles mantinham uma parceria onde um ajudava o outro e vê-lo naquele estado, atacando os amigos  era demais para a garota suportar.
Levar um golpe dos inimigos era algo que ela podia aguentar,  agora de alguém tão próximo o baque parecia ser maior. A garota já havia passado por  algo semelhante com o seu ex namorado e por isso ela precisava de uns dias para pensar.
E nada melhor do que a nossa própria casa. Cabisbaixa, Olívia subia a rua de sua casa, ela abre o portão de metal, e da alguns passos parando em frente a porta.
Ela passa a mão no rosto, ainda um pouco dolorido da pancada que levou de Antares. Respira fundo, abre a porta e entra na casa, onde é recebida por um caloroso abraço de sua mãe e seu irmão. De alguma forma aquilo a trazia uma paz e um alívio tão grande,que era como se as coisas ruins tivessem sumido, mesmo que só por um instante.


Agora
Por sorte Olívia usava seu uniforme enquanto treinava. Após ouvir o alerta de Luminos, a garota pega seu cinto de utilidades e sua máscara enquanto parte correndo em direção a quadra.
Chegando lá ela se depara com quatro seres, saídos de uma espécie de portal. inclusive, um deles, dá uma piscadinha para Olímpica, a deixando intrigada.
Quem eram aquelas pessoas? como entraram ali? e o que queriam? essas e outras perguntas pairavam na mente da garota.
-Cara, na boa esse lugar precisa melhorar a segurança...

Assim como seus colegas Liv estava cansada de tudo o que havia acontecido nos últimos meses, talvez houvessem formas melhores de resolver as coisas. Ela se posiciona ficando a frente de seus amigos e diz:

-Pessoal, vamo manter a calma aqui...e ver qual é a desses caras antes de sair no braço com eles beleza?
Ela para por alguns segundos segurando firme seu bastão e olhando fixamente para aquele quarteto.

-Espero que não dê merda, mas se eles vierem procurar briga vão se foder legal, ninguém aqui tá nos seus melhores dias...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Antares

avatar

Mensagens : 734
Data de inscrição : 04/06/2012

MensagemAssunto: Re: T04E08 - Tudo novo, tudo diferente.   Ter Ago 28, 2018 4:11 pm

Jean ainda se escondia nas sombras do instituto, se esgueirando como se devesse algo, e de fato devia, devia desculpa a todos. Mas ele ainda não tinha coragem de encarar os demais, principalmente os envolvidos diretamente no incidente. Havia conversado com Radesh alguns dias atrás mas não adiantou muito no decorrer dos dias, seu coração ainda pesava toneladas.

O garoto terminava mais um dia trancado no quarto, pensando em diversas maneiras de se desculpar, de como agir quando fosse convocado para alguma missão, pensava em como os demais iriam reagir a sua presença.

Seus pensamentos são interrompidos quando o alto falante do instituto começa a transmitir a voz de Luminos, algo que não acontecia desde o incidente. O garoto pula da cama assustado, seu coração acelerado demonstrava o quanto ele estava nervoso. Ele pensa por varios segundos o que iria fazer, observa o uniforme jogado no chão, intocado desde aquele dia, talvez não fosse hora de vesti-lo, não ainda.

O Jovem se levanta, veste suas roupas comuns rapidamente. Calça, tenis, um moletom com capuz e um boné, ele então veste seu capuz e parte para a quadra.

A alguns metros da quadra, antes de se juntar aos demais, o garoto enxerga Olivia, e toda aquela coragem que o tirou do quarto se esvai, ele lembra claramente da cena de quando ela foi acertada por “ele”, acontecimentos que Thomas ficava rebobinando em seus sonhos.


”Talvez não seja hora ainda de encarar a todos… Mas também não posso deixa-los na mão.  

Antares ira se manter longe dos demais, observando a situação sem ser visto. Caso comece algum conflito, ira ajudar seus colegas.

________________________________________________________________________
" ... "

Código:
[color=#6600cc] #6600cc [/color]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jorji'n

avatar

Mensagens : 546
Data de inscrição : 05/06/2012

MensagemAssunto: Re: T04E08 - Tudo novo, tudo diferente.   Ter Ago 28, 2018 7:34 pm

Como estava com a semana de folga, Carlos aproveitou a noite anterior para sair, ele caminhava pela orla de Nova Capital para refletir e relaxar, no caminho ele foi convidado para entrar num luau que acontecia na praia, e foi ali que ele cometeu seu erro, ele não tinha o costume de beber bebidas alcoólicas e exagerou um pouco no consumo das bebidas da festa, o que deixou ele com uma terrível enxaqueca no dia seguinte.

-Ô porra, quem já tá enchendo o saco, são dez da madrugada ainda.- O rapaz levanta de sua cama e abre a janela do quarto, a luz do dia o cegava a piorava sua dor de cabeça, mas logo sua visão clareia, sua janela dava bem na direção da quadra de esportes, lá ele viu um pequeno ponto de luz começar a se formar, ele corre para o local com o que vestia, uma regata, calça de moletom e descalço.

Na quadra o ponto de luz parecia mais forte e maior, se tornando uma esfera gigante, de dentro dele um homem que parecia ser um soldado saiu meio petrificado e marcado com garras, e vozes podiam ser ouvidas de dentro da esfera.

- Fiquem a postos! Tem alguma coisa vindo.- O time todo já estava na quadra, alguns já estavam até uniformizados, parecia até que eles viviam só usando uniformes, o que incomodou um pouco Carlos, mas essa implicância devia ser por causa do mau humor da enxaqueca. De dentro da esfera sai um homem com uma aparência reptiliana, uma mulher com cabelos azulados, outra com um braço metálico e por fim um homem cachorro, Carlos imediatamente os isola com uma cúpula de energia.

-Olha aqui seus felas, hoje eu tô de mal humor, vocês vão se arrepender se vieram aqui buscar confusão.

________________________________________________________________________
Vigilante//Arsenal//Blecaute//Jorji'n

Fala
Spoiler:
 

"Pensamento"
Spoiler:
 


#brancosfedemadanone
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Administrador

avatar

Mensagens : 1632
Data de inscrição : 10/05/2009

MensagemAssunto: Re: T04E08 - Tudo novo, tudo diferente.   Ter Ago 28, 2018 8:03 pm

- Preparem-se, não sabemos o que pode ser!

Correndo em velocidade pelos corredores, Alexandre se encontra com os demais membros da Força Heróica indo em direção a quadra. Ele encaixa a máscara no rosto enquanto tenta ajustar seus pensamentos.

- “Outro ataque, mas desta vez ta todo mundo aqui. A Fuerza Baja não vai ter chance desta vez com a equipe toda.”

Chegando ao local ele vê junto com os demais o globo de energia que se mostra como algum tipo de portal ou sistema de teleporte. Cinco figuras saem de lá, sendo um deles um soldado ferido.

Alexandre observa os invasores, provavelmente eram mais metahumanos a serviço da Fuerza Baja, pensou. A frente deles um homem mais robusto.

- “Da ultima vez quase não saímos vivos, tenho que descobrir o que estes caras são capazes de fazer.”

- “Vou tentar entender o que está acontecendo, vocês se preparem para o pior, eles não parecem nada amigáveis. Espectro, prepare a ação combinada. Umbra e Arsenal cobrem ele. Réplica, você mantém o elo mental e ajuda o Espectro.”

Alex segue o plano e toca a mão de Garuda, copiando seus poderes. Quase que instantaneamente ele ouve a voz de Radesh mais clara em sua cabeça e entende por completo o plano.

Réplica reforçaria o elo mental e, assim que tivesse as informações sobre os invasores vinda de Espectro, repassaria ao restante da equipe.

________________________________________________________________________




"Isso é apenas uma máscara. Um símbolo. Quem está por trás dela é que realmente importa."

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://fabricadeherois.forumeiros.com
Devon H.

avatar

Mensagens : 433
Data de inscrição : 04/06/2012

MensagemAssunto: Re: T04E08 - Tudo novo, tudo diferente.   Ter Ago 28, 2018 11:05 pm

Fernanda corria rapidamente pelos arredores do Instituto. Queria sair do confinamento da academia que havia no Instituto, e respirar ar livre aquela manhã de céu claro. De cabelo amarrado, fones de ouvido e roupa fit, a moça passava disparada pelos jardins, quadras poliesportivas e locais de lazer que cercam os prédios principais, até que em dado momento ela sente um leve tremor abaixo de seus pés, a fazendo quase tropeçar por um momento. Parando de repente e respirando rápido, ela olha ao redor, notando Pedro em um local afastando, aparentemente treinando seus poderes.
Ela o observa por alguns momentos, sem saber o que fazer, e após alguns momentos, ela retira os fones brancos do ouvido e decide se aproximar.

– Cuidado pra não fazer um terremoto grande e assustar o vovô Granizo. O coração dele já tá fraco, coitado. - Ela se pronuncia, anunciando sua chegada para o rapaz.

Geralmente, o rapaz saberia da aproximação dela ao sentir as vibrações no solo, mas sua concentração era grande demais para deixar se distrair por isso. Ao ouvir a fala, o rapaz imediatamente abriu os olhos e tentou não demonstrar a evidente timidez perto da moça. – Ahm, oi… Não se preocupe, acho que escolhi um lugar meio isolado para fazer meu treino. - Seu corpo pingava de suor e suas maçãs do rosto estavam vermelhas, tanto pelo esforço físico quanto pela vergonha de tê-la por perto.

Ele queria falar com ela, era como se estivesse escrito em seu rosto como ela mexia com ele. “Idiota, pergunta se ela tá bem! Chama ela para sair, faz alguma coisa!”; pensava Pedro, tentando tomar coragem, porém logo foi interrompido por Estática.

– É, eu sei. Só brincando… - Ela diz, abrindo um sorriso amarelo por um momento. Ela mesmo estava sem jeito de dizer alguma coisa. Ela olha para os lados por um momento. – … E-Estou te interrompendo? Desculpa, eu vi que você tava focado e tudo mais, eu não queria… Te desconcentrar. Só passar pra dizer “oi”. - Ela olha pra baixo, e pensa em se virar para ir embora.

Por um instante, ele sentiu que aquela talvez fosse talvez a última oportunidade de falar com ela. O clima estava estranho entre os dois; não trocaram sequer olhares após a missão do aeroporto. Usando seus poderes, Sísmico fez dois bancos de pedra, um de frente para o outro. – Não me atrapalha em nada, eu já ia fazer um intervalo. - disse, enquanto sentava em um dos assentos, oferecendo o outro a jovem.

– Sabe, certa vez alguém me aconselhou a não segurar minhas palavras e desabafar sempre que possível. Eu não sigo à risca essa regra, mas eu tento - disse, enquanto coçava a cabeça, – E então, quer conversar? - Seu esforço era evidente, tinha medo de ser rechaçado como da última vez, mas sabia que a jovem havia passado por momentos sérios e queria ajudar como fosse possível.

Ela olha para os bancos que surgiram do chão, surpresa. Ao ver Pedro sentar um dos mesmos, ela aceitar o convite do rapaz e se senta também.

– Ah, sabe o que que é “Cazalbé” de Nóbrega? - Ela faz uma voz cômica, se parando logo em seguida. – Desculpa. Eu tenho que parar com essas piadinhas. - Apesar da resposta, Pedro sorriu com a graça. Evidente que seu senso de humor (se é que tinha algum lhe sobrando) era diferente do dela, mas pela primeira vez em muito tempo, ele se esqueceu da tensão de uma missão de vida ou morte.

Apesar da moça usar um tom de quem iria continuar falando, há um momento de silêncio, e ela apenas olha para o rapaz, de maneira sincera.

– … Passamos por muita coisa já, né? O nosso time. - Ela diz, olhando pro céu acima dela, em um semblante calmo, mas melancólico. – Eu só queria te pedir desculpas, Pedro. Naquela vez, no aeroporto. Você disse algo importante pra mim, e eu ignorei. Eu tinha… Outras coisas na minha mente. Agora, mais ainda… Mas eu não quero que você sinta que eu te ignorei. Eu me lembro do que você disse. E… Minha resposta pra você é… Vamos devagar. Vamos… Vamos fazer algo que não seja sair em missão e quase morrer toda vez. Ai vamos ver. – Ela faz uma pausa, respirando fundo, como se tivesse tirado algo do peito. – O que você acha?

O rapaz escutou atentamente a fala da jovem, tentando decifrar a linguagem corporal da moça, sem sucesso. Ao meio do discurso, uma ansiedade invade seu ser e ele retira do bolso de trás uma pequena flor de pedra que havia feito. A resposta dela era encorajadora, mas não o suficiente para ele. - Eu… - engolia a seco, buscando a força para falar. - Eu acho que…

Quando ia terminar sua frase, a voz de Luminos interrompeu a conversa, alertando-os sobre o possível ataque ao Instituto. - Mais trabalho. Anda, vamos resolver isso. Prometo te dar minha resposta depois que tudo isso acabar. - Pedro se levantava, guardando a flor no bolso novamente e correndo para vestir seu uniforme.

Fernanda fica pra trás, ainda sentada no banco. Ela suspira, claramente incomodada com a idéia de não só outra possível missão, mas outro ataque ao Instituto.
Em um instante, ela desaparece em eletricidade.

______________

A moça chega um pouco depois dos demais, fechando o zíper do seu uniforme e observando o fenômeno que acontecia no meio da quadra de basquete. Ela se desvia de uma rajada que sai do orbe de luz que flutuava, e não muito depois, indivíduos saem do mesmo, como esperado.

– Deixa eu adivinhar: Outro grupo de ex-alunos que odeia o Força Heróica. Tem até o Vegeta Rockabilly ali. Vocês são o Exército Galáctico de Freeza por um acaso? - Ela diz em um tom acidamente sarcástico, cansada dessa história toda antes mesmo de começar.

Não demora até que Olívia dá a idéia do grupo aguardar, e tentar lidar com o quarteto que aparecera ali pacificamente. Estática então permanece parada, mas atenta. Ela estufa o peitoral, retira o capuz e cruza os braços, fazendo arcos de eletricidade pularem do seu corpo.

– Talvez se eu me fizer parecer com um Super Saiyajin eles vão se assustar. - Ela fala mais baixo com o próprio grupo, ainda sarcástica, mas seguindo seu próprio "plano" ainda, com vários fios de seu cabelo levantando pra cima graças à seus poderes, como o Animê.

________________________________________________________________________
Fonte:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://fabricadeherois.blogspot.com.br/
Umbra

avatar

Mensagens : 244
Data de inscrição : 05/06/2012

MensagemAssunto: Re: T04E08 - Tudo novo, tudo diferente.   Ter Ago 28, 2018 11:59 pm

- Ah, misericorida, nao er apra gente ter um tempo de sossego agora? - falei, me deparando com aquelas quatro figuras na nossa frente. - Aposto que isso eh culpa do Morfo. - falei, encarando-o. Ele sem entender nada. - Eh tudo sempre culpa sua. - completei, sem paciencia.

Eu precisava de ferias com urgencia. Toda semana eh uma bomba nova, e toda promessa de repouso era arruinada por uma confusao nova inevitavel. Por que ninguem resolve nada conversando hoje em dia? Ja chegam quebrando parede.

Pra finalizar, o homemm com cauda de macaco me olhava, com um sorriso macabro no rosto. Quem tem cu tem medo e aquela cena era suficiente pra eu nem querer dormir a noite.

Agindo rapidamente, pretendo acessar as sombras dos inimigos para impedi-los de tentar qualquer manobra ofensiva contra nos, enquanto fico atento pra nos proteger com paredes de sombra.

________________________________________________________________________
Enerjoule//Flor do Luar//Maresia//Umbra
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Impacto

avatar

Mensagens : 367
Data de inscrição : 03/06/2012

MensagemAssunto: Re: T04E08 - Tudo novo, tudo diferente.   Qua Ago 29, 2018 12:57 am

Diego observa seus companheiros de equipe, enquanto os invasores do Instituto começam a se revelar. Após quase um mês fora de ação, mesmo com os treinamentos, o rapaz começava a se preocupar com o entrosamento do time, tendo em vista os últimos ocorridos.

Radesh, então, bola um plano de ação e já se põe à frente do grupo, perguntando os invasores sobre suas identidades.

“Certo, pessoal. Foquem em suas funções, eu estarei logo aqui. Ninguém vai por as mãos em nenhum de vocês, ouviram?” — Diz através do elo mental, pondo-se ao lado de Garuda.

Impacto, então, aguardaria o sinal de Espectro para definir a melhor forma de atingir seus adversários, sempre prezando interceptar os ataques direcionados a seus aliados.

— Quando que vocês vão desistir de nos invadir, hein?

________________________________________________________________________
Insira aqui uma frase de efeito desinteressante.
Código:
[color=#3399ff][b] | [/b][/color]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kyp

avatar

Mensagens : 1165
Data de inscrição : 05/06/2012

MensagemAssunto: Re: T04E08 - Tudo novo, tudo diferente.   Qua Ago 29, 2018 2:07 am

Um silêncio se instaurou entre todos os indivíduos que estavam ali reunidos naquela quadra. Jean, escondido atrás de uma árvore, observava de longe, esperando para agir se fosse necessário, enquanto os demais, apreensivos, analisavam a situação com cautela. O que o quarteto de invasores não percebia era a movimentação sútil de alguns membros do Força Heróica, pois o grupo já havia criado um plano pelo elo mental.

Olímpica:
- Pessoal, vamo manter a calma aqui, e ver qual é a desses caras antes de sair no braço com eles beleza?
Garuda:
- Quem são vocês e o que vocês querem aqui?
O quarteto parecia tão alarmado quanto, já que o silêncio foi única resposta obtida. Porém, Garuda não esperava obter suas respostas desse jeito. Focou sua mente nos quatro elementos enquanto o resto do grupo agia. Espectro se colocou em transe, desejando analisar os pontos fracos dos inimigos, enquanto Réplica, com poderes telepáticos mimetizados, criava um elo mental com o grupo. Olímpica segurava seu bastão com força. Da testa de Sísmico descia uma gota de suor e ao seu lado Estática parecia confiante, com arcos de eletricidade saltando de seu corpo. Jean ainda observava ao longe. Arsenal parecia cansado, mas sua experiência o deixava em alerta. Já Umbra arregalava os olhos ao ver o sorriso macabro do homem. Centelha, Morfo e Impacto respiravam fundo.

“Quem são esses?” “Eu digo alguma coisa?” “Hmmm… Que gatinha.” “Será que são hostis?” “Será que eles podem nos ajudar?” “Que cheiro é esse?” “Aposto que vamos perder nosso tempo de novo” “Nós não vamos conseguir” “Acho que eles vão nos atacar” “Porque ninguém diz nada?” “Por que ele olha tanto pra mim? O que… o que é isso? Ele está lendo meus pensamentos? ELE ESTÁ LENDO MEUS PENSAMENTOS? EU ESTOU TE VENDO AQUI!! SEI O QUE VOCÊ ESTÁ FAZENDO!! SAI DA MINHA CABEÇA AGORAAA!!!!”
O homem-réptil solta um grito estridente direcionado para Garuda. Seus cabelos em forma de serpente se agitam e seu olho toma uma coloração amarela brilhante. Uma parede de pedra e terra surge a frente do herói, para protegê-lo, mas isso não impede de surtir o efeito do ataque. A pele de Radesh começa a se tornar cinza e se petrifica, começando do rosto, passando pelo tronco em direção às extremidades. A estátua de Garuda assusta a todos os seus colegas, e Olívia corre na sua direção, sem saber ainda o que fazer.

Jean se coloca em corrida para ajudar o grupo, mas quando está chegando perto da quadra vê a ação de Arsenal. Um domo azulado é criado prendendo com sucesso seus adversários. Eles olham ao redor, mas não se assustam. As garotas cochicham entre si, e logo a de cabelo azul se coloca a frente do quarteto. Uma grande moto-serra pixelada surge a sua frente, flutuando até ser agarrada pelo homem barbudo, que com um largo sorriso no rosto começa a usá-la contra o Domo.

Réplica:
- Centelha! Estática! Umbra! Se preparem, o réptil precisa ver o alvo!
A voz de Réplica ecoa na mente de seus amigos. Lado a lado com Espectro, ele começa a coordenar o ataque, sendo guiado por seu colega sensitivo. Centelha e Estática acenam afirmativamente, ajeitando suas luvas. O domo azulado começa a trincar e time se coloca a postos. Morfo toca na fivela de seu cinto, transformando-se em metal, e moldando suas mãos para duas marretas, chocando-as para intimidar o grupo, e então avança. A garota japonesa dá um sorriso.

Réplica:
- MORFO! NÃO! ELA É...
Antes que Alex pudesse terminar sua frase, o domo se desfaz, e, com um simples movimento com as mãos, a asiática tira Morfo do chão e o joga na direção de Umbra, que usa suas sombras em forma de cano para desviar Tiago. O garoto vai longe, a metros de distância dali, enquanto Miguel o segue com o olhar, reprovando sua impulsividade. No mesmo momento, o homem, já sem sua moto-serra, avança na direção de Arsenal. Mas é impedido por Jean, que salta em sua direção dando um poderoso soco de direita que o faz desequilibrar para o lado.

O reptiliano avança na direção de Sísmico, que já se preparava, mas antes que chegasse perto do garoto, Estática surge entre eles, aplicando uma joelhada elétrica no estômago. Ela teleporta novamente, puxando a cauda do inimigo e o jogando por cima de si. Em sua forma de fumaça, Centelha surge rodeando o inimigo, bloqueando sua visão. Miguel surge logo em seguida, mas para ao ver que suas amigas estavam dando conta do recado.

Umbra:
- Poxa, migas, nem um pouquinho pra mim?
Sísmico:
- Agora eu devo mais que uma resposta para você, não é mesmo?
- Disse, sem graça, se aproximando de Estática.
Réplica:
- Davi? E o Garuda, está bem?
A visão de Davi sai dos inimigos e foca-se onde está a Estátua de seu amigo. Ele vê a energia fluindo com menos força por todo seu corpo, mas conseguia ver perfeitamente seu cérebro agindo. Fortes ondas de energia psíquica eram emanadas de sua mente em direção aos inimigos, especialmente ao homem com garras. Davi sorri em meio ao transe.

Jean rola ao desviar de um chute do seu adversário, e quando estava prestes a ser atingido pelas garras, uma corda de energia azulada prende seu braço. Na outra ponta estava Arsenal, com um sorriso debochado para o rival. Num movimento brusco, o homem puxa Hugo para perto dele, mas o garoto cria uma espécie de planador em pleno ar e evita ser pego por ele. Antares aproveita para dar uma rasteira no inimigo, que cai em cima de sua própria cauda, gritando de dor, irritado.

Olívia dá um salto mortal para trás, usando seu bastão para combater a garota de cabelos azuis, que havia produzido um bastão pixelado. Como uma dança, as duas se golpeiam e desviam de golpes em sincronia, até que uma força puxa seu bastão de sua mão, o fazendo agir sozinho. Olímpica agora tinha que desviar de sua própria arma. A sua rival de cabelos azuis aproveita a oportunidade para criar um grande aspirador que suga a fumaça ao redor do companheiro. Centelha é sugada pelo aparado e expulsa de lá com força, sendo jogada. A capa feita de sombras de Umbra se molda em uma mão que resgata a amiga, e aproveita a deixa para travar a visão do homem-réptil mais uma vez com suas sombras.

Um grande feixe de energia atinge a garota japonesa no ombro, que perde sua concentração no bastão de Olímpica. Em seguida uma pedra voa em sua direção, a forçando a se desviar. Seu braço se desfaz em várias partes e se remonta em um escudo que flutuava no ar, controlado por seus poderes magnéticos. Pedro e Diego se colocam lado a lado atacando a inimiga, que se vê encurralada.

Um trovão assusta Garuda. Ele não estava mais na quadra com os amigos, mas sim em uma praia, que ele conhecia bastante por sinal. Olhou para onde ficava a estátua do Cristo Redentor, mas ela não estava ali. Virou-se para trás e reconheceu em partes a cidade de Nova Capital, mas muitas coisas estavam diferentes. Viu ao longe uma torre, e ao redor dela uma barreira de pura energia se estendia até onde seus olhos puderam ver. Escutou disparos, e um grupo de soldados corriam pela praia perseguindo duas garotas, uma delas, a asiática contra quem seu grupo lutava. A que estava ao seu lado recebe um tiro pelas costas. O homem barbudo passou por Garuda, socorrendo a garota, enquanto lágrimas caiam do rosto da japonesa.

Os membros do Força Heróica já estava subjugando o quarteto invasor. Arsenal prendia o homem com uma garra gigante, enquanto Jean socava seu rosto. A garota de cabelos azuis era derrubada por um golpe de Olívia. Miguel prendia o réptil enquanto Estática o eletrocutava puxando pela cauda. Sísmico e Impacto deixavam a japonesa sem saída com seus ataques. A estátua de Garuda começa a raxar, pedaço a pedaço de uma casca que o envolvia começam a cair no chão, até enfim libertar o garoto, que caiu de joelhos no chão, gritando:

Garuda:
- PAAAAAAAAAAAREEEEEEEEEEEEEMMM!!!
O grito de Garuda foi recebido não apenas como uma sugestão, mas sim como uma ordem, como se ele controlasse mentalmente a todos por milésimos de segundo. Mas foi o suficiente para a atenção de todos, amigos e inimigos, voltarem para o garoto indiano.

Garuda:
- Vamos ouvir o que eles têm a dizer.
- Disse para o grupo, antes de se dirigir para a japonesa. - Nos desculpe pela confusão, você pode falar, eles vão te ouvir.
Ímã:
- Ok, então.. agora que já estamos mais calmos, podemos conversar direito, certo?
Ímã disse séria, com uma mão em sinal de pare, enquanto a outra, de partes metálicas, se “remontava” à medida que usava seus poderes, fazendo o mesmo sinal. O restante do grupo se aproximava, exceto por Espectro, que ia na direção dos amigos Centelha e Morfo para ajudá-los.

Estática:
- Ok, então você pode começar falando quem são vocês, pra início de conversa, né não?
Ímã:
- Bom, eu sou Ímã, esses são Fera, Górgona e Cybernética...
Cybernética:
- Podem me chamar de Cyber.
- Cybernética dá um tchauzinho com um sorriso simpático. Ímã revira os olhos pela interrupção.
Ímã:
- Eeenfim, continuando… nós não somos… bem… daqui.
Umbra:
- E de onde você são? Fala logo!
Garuda:
- Eles são de.. outra realidade. E precisam de ajuda. Nossa ajuda.
Enquanto os jovens discutiam entre si, Garuda continuava a ler os pensamentos de Fera facilmente, era como se as informações saltassem da mente do homem de bom grado, de tão fraca que era sua mente. Agora o grupo estava intrigado com as informações passadas por Radesh.

Ímã:
- Exatamente, agora se vocês me deixarem falar...
- Já se irritava com tantas interrupções. - Nós somos de... outra realidade. Como posso explicar? Bom, imaginem que existam outras versões de vocês, fazendo coisas diferentes, nesse exato momento...
Impacto:
Estamos familiarizados com o conceito...
- De braços cruzados, ele interrompe, provocando. Ímã respira fundo.
Ímã:
- Enfim… Nós somos heróis, vigilantes, todos filiados ao Sindicato, é como chama nossa organização. Nossa cidade, Nova Capital, virou um campo de concentração...
Fera:
- Antes disso, a gente não tinha ideia, mas um figurão da cidade tava financiando o crime por trás das cortinas. A gente nem achava que os crimes tinha ligação. Ele começou fornecendo tecnologia de ponta pra um bando de bucha. Depois, veio o super-soro, que deu poderes pra galera. Aí o fiadaputa vai e consegue soltar todo mundo do Tártaro, que é a nossa prisão para super-seres. Foi aí que a merda estourou na nossa cara. O caos foi espalhando pelo país inteiro, e Nova Capital tá no centro disso tudo. O trem começou a feder mais ainda porque o fiadaputa capturou nossos amigo, daí só sobrou nós quatro mais o Jasão, nosso líder.
Réplica:
- Mas quem é esse cara que causou isso tudo?
Ímã:
- Nós não temos ideia, nenhuma pista chegou a identidade dele, mas nós o chamamos de Fabricador de Vilões.
- Arsenal e Impacto se entreolham. - Depois disso tudo, ele trancou parte da cidade numa espécie de campo de força impenetrável, sustentados por sete torres. Jasão bolou um plano para invadir e libertar Nova Capital antes de também ser capturado. E é para isso que queremos ajuda de vocês.
Cybernética:
- Nosso plano é simples, gente.
- Retirou da mochila em suas costas um dispositivo eletrônico do tamanho da sua palma. - Precisamos instalar essas belezinhas aqui em quatro das sete torres. Isso é o bastante para desestruturar o sistema inteiro e a gente conseguir derrubar o campo de força de dentro para fora. Nós temos aliados do outro lado que vão nos ajudar a tomar a cidade em seguida. - A medida que falava, criava um mapa pixelado da Nova Capital Alternativa com seus poderes, mostrando as torres e evidenciando as que iriam invadir. - O problema é que elas estão sendo guardadas pelos capangas do Fabricador de Vilões, eles estão munidos com tecnologias de ponta das mais variadas. O segundo problema é que estamos sem comunicação, as torres emitem algum sinal de bloqueio que só será restaurado quando derrubarmos o sistema. Assim, vamos nos dividir em quatro equipes, seguir para as torres e colocar o plano em ação. Vocês topam nos ajudar? - Os quatro vigilantes do Sindicato olharam com expectativa para os membros do Força Heróica.
Observações:
- Centelha e Morfo não postam.
- Vocês podem postar se ajudam ou não.
- Aqueles que ajudam vão definir os grupos e qual dos vigilantes vão acompanhar.
- Vocês tem até sexta-feira (31/08) às 23h59 pra postar.

________________________________________________________________________
Ficha Força Heróica:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jorji'n

avatar

Mensagens : 546
Data de inscrição : 05/06/2012

MensagemAssunto: Re: T04E08 - Tudo novo, tudo diferente.   Qua Ago 29, 2018 7:57 pm

Sentado em um dos banco da quadra, Carlos massageava suas têmporas enquanto os visitantes falavam, um combate em casa logo depois de acordar só fez a dor de cabeça dele piorar, pelo menos o time do instituto , que estava em maior número, havia levado a melhor, agora eles tinham outra decisão a se tomar, se iriam ou não ajudar os forasteiros.

-Rapaziada, chega ai rapidinho, vocês quatro esperam um pouco.- O rapaz acena chamando todos os membros do instituto em sua direção enquanto se afastava um pouco dos quatro.

-Seguinte, não quero obrigar ninguém a ir nessa viagem, mas eles parecem bem fodidos, eu e o Diego estamos dispostos a ajudar.- O rapaz bate no ombro de Diego, dando a entender que ele estava sendo obrigado a ir. - E aí, quem mais vai?- Ele olha para cada um deles esperando uma resposta.

Apenas Agnes e Tiago decidiram não ir, ele tinham seus motivos e Carlos não iria questionar a decisão deles, o rapaz caminha na direção dos quatro, anunciar a decisão do grupo.

-Tá bom, nós vamos ajudá-los, só nos de um tempo para nos prepararmos.- O único motivo para Carlos confiar neles era o fato de Rad ter lido a mente deles, para ele isso já era o suficiente. O rapaz corre para seu dormitório e em poucos minutos estava de volta trajando seu uniforme e com seus equipamentos de missão básicos.

-Como são quatro torres, que tal dividirmos os times com quem pode  combater corpo-a-corpo com quem a ataca de longe e quem pode ficar de apoio.

-Show, como vamos nos dividir em quatro times, o ideal será que cada time tenha um dos visitantes, o time Alfa vai ser Antares, Olímpica, Réplica e Imã; Garuda, Estática e Fera serão Beta; O Charlie será formado por Sísmico, eu e Gorgona e por fim o time Delta vai ser Impacto, Umbra, Espectro e Cyber; mesmo sem comunicação, mantenham seus dispositivos ligados, assim que as torres caírem vamos nos reagrupar pra continuarmos.

________________________________________________________________________
Vigilante//Arsenal//Blecaute//Jorji'n

Fala
Spoiler:
 

"Pensamento"
Spoiler:
 


#brancosfedemadanone
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Administrador

avatar

Mensagens : 1632
Data de inscrição : 10/05/2009

MensagemAssunto: Re: T04E08 - Tudo novo, tudo diferente.   Qui Ago 30, 2018 11:43 am

- “Metahumanos, monstros, alienígenas, viagens no tempo e agora terras paralelas… porque não estou surpreso?”

Devido a seus poderes, Alex era uma pessoa que podia se adaptar bem a qualquer cenário, mas mesmo assim ainda pensava se era o certo confiar nessas pessoas e atravessar a realidade. Mesmo tendo ouvido o eco da mente de Radesh que confirmara que era tudo verdade, não concordava cem por cento em ajudar os estranhos.

- “Pode ser tudo verdade, ou simplismente eles acreditam que isso seja verdade...”

- Tá bom, nós vamos ajudá-los, só nos de um tempo para nos prepararmos.

Como observara sempre a Força Heróica, para aprender e mimetizar cada um dos poderes, Réplica sugere uma estratégia visando os poderes dos viajantes em combinação com o de seus amigos para formar grupos mais equilibrados.

-Como são quatro torres, que tal dividirmos os times com quem pode  combater corpo-a-corpo com quem a ataca de longe e quem pode ficar de apoio.

Diz ele a Carlos, que acabara de voltar a quadra. Seguiria a divisão feita por Arsenal e seguiria com o time Alpha, sempre mantendo o olho na viajante que fora determinada para seu grupo.

________________________________________________________________________




"Isso é apenas uma máscara. Um símbolo. Quem está por trás dela é que realmente importa."

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://fabricadeherois.forumeiros.com
Olímpica

avatar

Mensagens : 369
Data de inscrição : 05/06/2012

MensagemAssunto: Re: T04E08 - Tudo novo, tudo diferente.   Qui Ago 30, 2018 9:26 pm

Após Arsenal confirmar que ajudaria os visitantes, os membros da Força Heroica se preparam para a viagem dimensional.
Olívia prepara seu cinto de utilidades enquanto comenta com os colegas sua opinião sobre o assunto.

-Bom não é tipo um rolê pro outro lado da cidade, ou aquela viagem pra visitar um parente em outro estado, é ir pra outra terra, ceis tem noção? Até um tempo atrás eu nunca nem tinha saído do país, imagina só isso... - Ela para por alguns segundos e retoma a fala.

-Mas por outro lado, se fosse a gente precisando, eu ia apreciar muito uma mão amiga nos ajudando, então bora lá.

Os jovens se reúnem, para bolar a estratégia que usariam nessa viagem dimensional. Alex então sugere uma divisão equilibrada entre os membros da FH juntamente com os visitantes.
Quatro grupos equilibrados entre ataque direto e ataque a distancia, parecia ser a estratégia ideal.

Arsenal monta as equipes, logo em seguida. Olívia estava na Alfa juntamente com  Réplica, a visitante Ímã e Antares...
As coisas entre Olívia e Jean ainda não haviam sido resolvidas. Desde a ultima missão os dois mal trocaram palavras. Ela tinha receio que o colega surtasse e a atacasse de novo.
Por mais que ela soubesse que o rapaz não tinha culpa, ela ainda não havia perdoado o colega.

-Escuta aqui Arsenal, se o Jean surtar pro meu lado a culpa vai ser sua! Você que deveria carregar ele contigo Diz a garota apontando o dedo no peitoral do líder da equipe.

-E você Alex, que segure o rojão se o "Tarso" surtar, por que eu é que não vou tentar parar louco de novo. - Completa ela enquanto caminha em direção ao local de partida.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Umbra

avatar

Mensagens : 244
Data de inscrição : 05/06/2012

MensagemAssunto: Re: T04E08 - Tudo novo, tudo diferente.   Sex Ago 31, 2018 1:29 pm

Herois de outra realidade. Alguns de nos parecia familiarizado com a questao, mas pra mim era muita loucura. Ao mesmo tempo era curioso. Como sera que eu era nesse outro lugar? Sera que eu tava vivo? Sera que o Henrique tava... Foco, segue em frente, Miguel. Ate porque, pelo semblante deles e as historias que contaram, nao deve ter sobrado muitos de nos por la.

Honestamente, eu nao queria ajudar. Nao era nosso problema e a gente ja tinha se metido em furada demais nos ultimos meses. Nem as nossas proprias bombas a gente tava dando conta. Esse povo devia estar mesmo desesperado.

- Você vai ficar, Miguel? - perguntou Estatica, falando mais baixo e se encostando no meu ombro.

- pra ser sincero, Fe, minha vontade é de ir embora - disse, colocando a mao direita na cabeca, exausto - mas da ultima vez que eu nao ajudei a merda voou pra todo lado. Não quero ajudar essas pocs não mas acho que nossos amigos vão precisar da gente. - Continuei - Eu nao ia me perdoar por nao ajudar.

Fernanda parecia muito incerta, mas nao queria deixar nossos amigos na mao.

- Você está certo. Eu não acho que deveríamos ir... E eu sei que, tipo, deveríamos ser heróis, e ajudar as pessoas, mas... Não sei. Não é o momento. Mas se o resto dos meninos querem ir, eu também não vou deixar eles na mão. Se for pra ferrarmos tudo, pelo menos nos ferraremos juntos.

Exatamente. Eles vão precisar da gente. Só nao pode ferrar com o meu rosto porque eu sou muito lindo, convenhamos - brinquei.

Ah, por favor né. E esse cabelo aqui? - disse, tirando o capuz e jogando o cabelo loiro, preso num rabo de cavalo, saindo andando como se estivesse na passarela.

Pff, só tem quimica ai, me respeita - disse em tom de deboche, rindo

Concordando com o plano de Arsenal, seguimos pra ajudar os visitantes.

________________________________________________________________________
Enerjoule//Flor do Luar//Maresia//Umbra
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Garuda

avatar

Mensagens : 2401
Data de inscrição : 06/06/2012

MensagemAssunto: Re: T04E08 - Tudo novo, tudo diferente.   Sex Ago 31, 2018 4:56 pm

Os times ficaram divididos e Radesh se concentrava na missão, pensativo. Estática se aproximou para conversar.

— Você tá bem, Rad? Você não deveria ir se não estiver. Você quase se tornou outra estátua de gente morta neste Instituto - como se já não houvesse o suficiente delas por aqui...

— Foi só um susto, Nanda. Desculpa preocupar vocês. — ele sorriu com uma tranquilidade improvável para quem havia passado por uma situação de pré morte. — Vou ficar bem. Não poderia deixar vocês irem sem mim. E vai ser ótimo estar na equipe com você de novo.

— Mano, você é muuito de boa, não é possível. - Ela diz balançando a cabeça, incrédula. Por um instante, ela fica pensativa. - … Eu sei que… A gente nunca conversou sobre aquele dia, sobre seus amigos… Mas eu também fico feliz que você esteja aqui com a gente ainda. Não desista de nós ainda. Nós meio que precisamos de você. - Ela ri brevemente.

— A questão é o “Vegeta motoqueiro” ali que vai com a gente. - Ela olha para Fera, ao lado de Rad. - Deveríamos confiar 100% neles mesmo?

— Estamos acostumados a esperar encontrar respostas para tudo, mas o verdadeiro crescimento surge apenas nesses momentos, onde estamos fora de nossa zona-de-conforto e encarando o desconhecido. — sorriu para Fernanda. — Vamos confiar neles por enquanto, acreditar em suas histórias. E, se por acaso, a gente se desiludir depois, vamos nos alegrar, pois estaremos mais perto da verdade.

Apesar das palavras de confiança e fé, Rad sabia que Fernanda podia ter razão e comunicou-se com Alexandre, que ainda partilhava de seus poderes: ”Lá você mantém o elo mental ativo, o tempo todo, eu ficarei focado em identificar qualquer tentativa de traição de nossos novos companheiros”.

Conferiu se estava tudo certo com seu uniforme e seus sólidos de efeagatênio. Com tudo no lugar, virou-se para Fera:

— Contamos com você para nos guiar.

________________________________________________________________________
Fonte:
 


"Só é sábio o homem que se mantém senhor de si mesmo."
(Bhagavad-Gita)

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Antares

avatar

Mensagens : 734
Data de inscrição : 04/06/2012

MensagemAssunto: Re: T04E08 - Tudo novo, tudo diferente.   Sex Ago 31, 2018 4:59 pm

Envergonhado e sem coragem alguma de encarar seus companheiros, Jean escuta o plano de seu veterano, e seu estado só piorou quando ele viu que ficaria no time de Olivia de novo, sabia que ela ainda estava brava com ele e que seria constrangedor seguir a missão ao lado dela.

As palavras da garota acertaram em cheio o garoto, que por alguns segundos ficou extremamente estressado, porém, sabia que ela estava certa, ele não confiável e ficar ao lado de alguém que é uma bomba relógio deve ser um tormento.

Sera que eu digo algo? Deve me desculpar agora… eu posso tentar…” - Ele pensa tanto que acaba não agindo, apenas aceitando tudo que foi dito.

Ele respira fundo e segue o plano, totalmente incomodado e querendo voltar para o quarto.

________________________________________________________________________
" ... "

Código:
[color=#6600cc] #6600cc [/color]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Devon H.

avatar

Mensagens : 433
Data de inscrição : 04/06/2012

MensagemAssunto: Re: T04E08 - Tudo novo, tudo diferente.   Sex Ago 31, 2018 6:07 pm

O time se reúne, decidindo se aquela era uma batalha que eles iriam tomar ou não. Fernanda já havia entendido que o grupo da outra realidade precisava de ajuda, mas não concordava com a ideia de ser o Força Heróica, especialmente num momento em que o time não estava com a moral alta.

Ela se despede de Tiago e Ag, e enquanto observa a amiga ir embora, ela pensa se não deveria ir embora também, e logo vira o olhar para Umbra.

— Você vai ficar, Miguel? - Ela pergunta, falando mais baixo e se encostando no seu ombro ao seu lado.

Ela conversa com o amigo, e decide junto com o mesmo que apesar de não quererem ir, não iam abandonar seus amigos pra trás. Depois do deboche do amigo, Estática sai rindo, mas volta um sorriso largo antes de se afastar do mesmo.

Enquanto Arsenal e o resto do time se prepara, Estática passa por Sísmico, que também esperava todos estarem preparados.

— Decidiu ir também? - Ela fala, colocando as mãos na cintura. - Não se esquece: como você mesmo disse, você tá me devendo hein? E não só a resposta... Suaaa almaaa tambééém... - Ela sussurra no final, como se fosse um fantasma, enquanto passa por ele com as duas mãos nas laterais da boca.

Arsenal e os outros retornam, e logo Alex e ele planejam e dividem os grupos. Seu time era composto por Garuda e Fera, integrante do grupo do tal Sindicato. Ela acena com a cabeça pro seu time e logo se aproxima de Radesh.

— Você tá bem, Rad? Você não deveria ir se não estiver. Você quase se tornou outra estátua de gente morta neste Instituto - como se já não houvesse o suficiente delas por aqui...

Fernanda troca palavras com Radesh, que parecia extremamente tranquilo sobre a situação toda. Ela se vira para Fera, que parecia acompanhar o time, e ouve as palavras de Rad sobre contarem com ele.

— Poisé, você é o nosso guia pro seu planeta natal ou sei lá, então fique esperto grandão.

________________________________________________________________________
Fonte:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://fabricadeherois.blogspot.com.br/
Sísmico

avatar

Mensagens : 210
Data de inscrição : 05/06/2012

MensagemAssunto: Re: T04E08 - Tudo novo, tudo diferente.   Sex Ago 31, 2018 8:01 pm

Mesmo em menor número, os quatro se mostraram adversários habilidosos. Tanto que Pedro teve uma certa sensação de alívio ao saber que eles também eram heróis em sua dimensão. Após o término do combate e a apresentação do problema; Arsenal se comportou como um líder nato e se propôs a ajudar, ainda dando a possibilidade de escolha à equipe.

- Bom, apesar dos socos trocados, eles parecem precisar da gente. Que tipo de heróis seríamos se negássemos ajuda? – Pedro respondeu a Arsenal, enquanto esperava seus companheiros se prepararem para partir. “Tiago e Agnes não vão... já era de se esperar, o volume de missões é inacreditável. Tomara que fiquem bem.”, pensava nos amigos que ficariam para trás.

Ouvindo Réplica e Arsenal atentamente, Sísmico se surpreendeu com a divisão do grupo, nunca suspeitara que estaria na mesma equipe de Carlos novamente. “Estranho, achei que ele tivesse ficado com raiva de mim desde o aeroporto; mas pelo menos vou ter a chance de me desculpar e se possível me redimir...”, o jovem refletia sobre essa questão ajeitando suas luvas, mas foi interrompido por Estática.

A moça o provocava, o que causou um riso envergonhado, claramente ele não tinha experiência no assunto e não sabia se aquela fala e linguagem corporal tinha alguma intenção oculta por trás, mas ele se recusou a deixar essa oportunidade passar sem uma resposta. – Vou voltar inteiro para você me cobrar essa dívida. E você faça o mesmo. – indagou, com uma pitada de malícia em seu tom, mas ao mesmo tempo mostrando uma preocupação genuína para com ela. Após ela se afastar, Pedro ainda ficou parado alguns segundos, olhando-a, antes de bater as mãos fechadas uma na outra e ir de encontro ao seu grupo.

Chegando lá, viu Arsenal ao lado de Górgona. Os dois faziam seus ajustes finais antes de partirem. – Vai ser difícil tirar a imagem de você partindo para cima de mim, mas vou fazer o meu máximo para ajuda-los. Só nos mostre o caminho.

________________________________________________________________________
Fonte:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Impacto

avatar

Mensagens : 367
Data de inscrição : 03/06/2012

MensagemAssunto: Re: T04E08 - Tudo novo, tudo diferente.   Sex Ago 31, 2018 10:54 pm

— Outra realidade… — Rapidamente, os pensamentos de Diego são invadidos pelas lembranças de quando a Força Heroica viajou para um futuro alternativo, onde ele fez a descoberta de que havia sido o causador de uma tragédia. — Você não precisa me convencer, Carlos. Nós já passamos muito bem por algo parecido antes. Pouco me importa o universo de quem nós vamos nos meter, são pessoas que precisam ser salvas. Vocês pode contar com a nossa ajuda.

O rapaz, então, aguarda à volta de Arsenal, Centelha, Espectro e Morfo. Enquanto o primeiro aparece, dessa vez uniformizado e separando as equipes, os outros três se mantêm ausentes.

— Bom, pelo visto seremos só Umbra, Cyber e eu. Davi deve estar cuidando dos outros. Parece que teremos novos líderes de equipe também. — Diz, estampando um sorriso. — Nós treinamos bem situações assim, será ótimo por em prática.

Impacto, que já estava equipado devido um treinamento matutino que estava realizando antes de toda a confusão causada pelos “visitantes”, termina de verificar suas coisas, se preparando para a missão com uma total desconhecida e com o colega de equipe com quem tinha a menor afinidade.

— Todos prontos? Espero que nossos equipamentos funcionem em outra dimensão… — Finaliza, com o mesmo sorriso de sempre.

________________________________________________________________________
Insira aqui uma frase de efeito desinteressante.
Código:
[color=#3399ff][b] | [/b][/color]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Kyp

avatar

Mensagens : 1165
Data de inscrição : 05/06/2012

MensagemAssunto: Re: T04E08 - Tudo novo, tudo diferente.   Sab Set 01, 2018 10:01 pm

Réplica:
- Como são quatro torres, que tal dividirmos os times com quem pode  combater corpo-a-corpo com quem a ataca de longe e quem pode ficar de apoio.
Arsenal:
- Show, como vamos nos dividir em quatro times, o ideal será que cada time tenha um dos visitantes, o time Alfa vai ser Antares, Olímpica, Réplica e Imã; Garuda, Estática e Fera serão Beta; O Charlie será formado por Sísmico, eu e Gorgona e por fim o time Delta vai ser Impacto, Umbra e Cyber; mesmo sem comunicação, mantenham seus dispositivos ligados, assim que as torres caírem vamos nos reagrupar pra continuarmos.
O grupo conversava afastado do quarteto, alguns ainda receosos, outros confiando no julgamento de Radesh, mas todos resolveram ajudar, exceto Centelha, Morfo e Espectro. Sísmico não quis transparecer, mas estava preocupado com Estática. Ao anunciar a ajuda, o grupo pôde ver o brilho nos olhos de cada um dos vigilantes do Sindicato, pois reascendeu a esperança neles.

Olímpica:
- Escuta aqui Arsenal, se o Jean surtar pro meu lado a culpa vai ser sua! Você que deveria carregar ele contigo.
- Esperou se afastar dos demais para falar com o líder de campo, apontando o dedo em seu peito, mas ainda assim Jean escutou a companheira, deixando-o sem chão.
Cybernética agrupa todos os presentes em um círculo, retira de sua mochila um outro dispositivo como um smartphone de última geração, e, ao digitar alguns parâmetros, o ponto de luz ressurge no centro de todos, mas dessa vez não demorou para se expandir em uma grande esfera que engoliu a todos ali no mesmo. Uma densa fumaça negra os envolveu, protegidos pela mesma energia que viram antes, mas dessa vez, estavam do lado de dentro. Tão rápido quanto havia expandido, a esfera se comprime no mesmo ponto de luz e desaparece.

Nova Capital Alternativa, Vila Novo Acre, 3 de Maio de 2017, 12h03m:

O grupo não estava mais na quadra de basquete. Ao olharem para trás sequer viram o Instituto Victória Cardoso. No lugar da mansão estava uma plantação de milho semi-devastada por alguma batalha recente. A construção mais perto dali, um pequeno casebre rural, estava a alguns minutos de distância, e era para lá que eles seguiam. Quando olharam para o céu, uma barreira de energia podia ser vista separando a cidade do resto do mundo. O céu estava claro do lado de fora, mas nuvens negras de fumaça bloqueavam a luz solar do lado de dentro.

Não demoraram muito para chegar a cabana, e quando abriram a porta da cabana, encontraram um lugar arrumado para os padrões esperados, mas ao mesmo tempo que parecia um lar improvisado, com típica mobília de uma casa, se assemelhava a uma base de operações.

Na mesa, vários dispositivos eletrônicos pareciam em processo de construção, enquanto noutro canto, um notebook desligado. Numa das paredes se encontrava um mural com várias fotos de heróis, um X vermelho cortava a maioria delas, enquanto uma interrogação azul estava sobre a foto de alguns dos vigilantes. Garuda se aproximou e não demorou para encontrar a garota que viu sendo alvejada nas memórias de Fera. Ela tinha um X sobre seu rosto. O garoto fixou seu olhar em Fera, lendo seus pensamentos constantemente.

Ímã:
- Sejam bem-vindos ao nosso mundo quase pós-apocalíptico.
- Brincou, mas com peso no olhar. - Nós costumávamos ter uma base melhor que essa, mas foi tudo o que conseguimos improvisar.
Fera arrastou um tapete para o lado, revelando uma escotilha de madeira. Um a um desceram para um grande bunker abastecido com armas, comida e água. Seguiram por um corredor e encontraram uma garagem com várias motocicletas diferentes, até mesmo uma com aparência espacial, que Jean parou para admirar.

Fera:
- Nós vamos seguir de moto.
- Disse para o grupo, antes de se virar para uma Harley Davidson Iron 883. - Que saudade docê, Xica. - Impacto também parecia admirar a moto, e quando estava prestes a encostar nela, Fera rosnou.
Cybernética:
- Como algumas torres estão mais perto, alguns grupos vão sair antes, para podermos atacar ao mesmo tempo.
- Coordenava o plano. - Time Beta vai sair primeiro, seguindo para a Torre Leste, em Itamaré. Depois, Alfa segue para a Torre Norte, na Favela do Cabrião. Charlie vai para o Jardim da Redenção, na Torre Noroeste e Delta, seguimos para a Torre Sul, no aeroporto. - Disse, enquanto distribuiu os dispositivos para hackear as torres.
Cada grupo se posicionou em suas motos, alguns sozinhos e outros em duplas, e um a um seguiram por um corredor que saía em uma pequena gruta. A fila de motos percorreu mais uma distância até sair em mata fechada, e dali partiram para seus destinos, primeiro Beta, seguido por Alfa, Charlie e Delta.

Time Delta - Torre Sul - Aeroporto de Nova Capital, 3 de Maio de 2017, 12h24m:

Guiados por Cybernética, o time delta composto por Impacto e Umbra foi o primeiro dos quatro a chegar no local. O trajeto foi tranquilo, pois a maior parte do caminho era área rural. Abandonaram as motos e seguiram a pé por alguns metros até chegar na cerca que separava a área do aeroporto. Só então puderam ver a torre metálica que deveriam abater, e, a partir dela, a barreira de energia cercava a cidade. Um leve zunido podia ser ouvido.

Na base da torre, nove homens armados com o mesmo tipo de tecnologia conversavam e riam. Pelo comportamento observado, eles não pareciam soldados treinados, mas apenas homens comuns que sucumbiram ao poder. Dois deles disputam quão longe as chamas produzidas por suas armas conseguem atingir na torre. Uma das chamas alcança 5 metros de altura. Os três observavam atentamente o grupo, até que Miguel reconhece um dos elementos.

Umbra:
- Henrique?
Time Charlie - Torre Noroeste - Jardim da Redenção, 3 de Maio de 2017, 12h27m:


Górgona, Arsenal e Sísmico chegam no local combinado minutos depois do primeiro grupo. O bairro, que era o reduto do crime da cidade, estava deserto. Ao redor, várias casas destruídas, alguns carros congelados na rua, mas nenhum sinal de pessoas vivendo naquelas casas.

Se aproximaram da torre, e puderam perceber o mesmo que o Time Delta. A barreira de energia que circulava a cidade cortava algumas casas ao meio, e até mesmo uma árvore estava dividida. Dez homens estavam na base da torre, guardando a porta que dava para o interior da construção metálica. Eles pareciam criminosos comuns pelo jeito que conversavam e se portavam, exceto pelo aparado que usavam. Era uma espécie de partes de armadura azulada, que não protegia o corpo inteiro. Mas todos eles possuíam a mesma arma, uma espécie de tecnologia criogênica.

Time Alfa - Torre Norte - Favela do Cabrião, 3 de Maio de 2017, 12h29m:

Ímã, seguida de Antares, Olímpica e Réplica subiram os morros da Favela em zigue-zague, passando por becos e vielas desertos. Algumas casas pelo caminho pareciam destruídas com grandes explosões, enquanto outras mostravam marcas de incêndio. As casas que não foram tocadas pela destruição estavam abandonadas.

Em frente ao grupo estava a Torre Norte, uma construção vertical, totalmente blindada, que não se misturava com o cenário ao redor, e, a partir dela, puderam ver a barreira de energia de perto, que parecia emitir um zumbido quase inaudível. Na base da torre, oito traficantes brincavam com as tecnologicas que haviam ganhado: todos eles usavam espécies de discos nos pés que os permitiam flutuar, e em seus braços exibiam um tipo de manopla com disparadores. Um deles disparou uma mini bomba explosiva longe dali.

Time Beta - Torre Leste - Itamaré, 3 de Maio de 2017, 12h33m:

Por fim, Fera, Garuda e Estática chegam ao bairro Itamaré. Cortaram a cidade passando por linhas não utilizadas do metrô, sendo guiados pelo vigilante, e em determinados momentos, tiveram que passar por becos e ruas da cidade, assim puderam perceber que a cidade estava abandonada, parecendo mesmo um cenário pós-apocalíptico como Ímã havia mencionado. O bairro nobre da cidade estava sujo. Algumas das luxuosas mansões mansões estavam destruídas pela barreira que as cortavam.

O trio observava vários carros de luxo estacionados próximo a base da torre, alguns até mesmo empilhados. A barreira emitia seu leve zunido, que parecia imperceptível para os homens que estavam ali: nove jovens de classe alta. Eles se divertiam levitando os carros e jogando uns nos outros. Claramente eram capazes disso pela tecnologia que carregavam, pois uma onda podia ser vista de suas manoplas, guiando os objetos.

Garuda, que a todo momento estava com sua mente ligada a de Fera, percebeu a surpresa do Herói. Ele esperava encontrar soldados treinados, mas tudo o que encontrou era apenas garotos que se deixaram levar para o mal.

Observações:
- Postar até terça-feira (04/09), às 23h59

________________________________________________________________________
Ficha Força Heróica:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Garuda

avatar

Mensagens : 2401
Data de inscrição : 06/06/2012

MensagemAssunto: Re: T04E08 - Tudo novo, tudo diferente.   Seg Set 03, 2018 10:03 am

A viagem interdimensional foi mais tranquila do que Garuda pensou, chegando lá não tiveram nem tempo para entender bem a situação e cada um dos grupos partiu em sua empreitada - a urgência pedia isso. Atravessaram parte da cidade através de linhas de metrô abandonadas e becos escuros, tudo parecia mais uma atividade criminosa do que um ato heróico. Mas, era assim nas ditaduras, os heróis se passavam por terroristas.

Chegando ao local combinado, a Torre que devia ser desabilitada, eles se deparam com uma cena inesperada. Jovens, comuns, defendiam o local. Não soldados, não inimigos de verdades, apenas jovens armados com uma tecnologia que não devia estar ao alcance deles.

”Vejam bem... são nove deles... muitos adversários e usando aquela tal tecnologia...” - disse para Estática e Fera no elmo mental. ”Eu pensei em uma estratégia, mas ela é perigosa. Fera, você aparece e distrai eles o tempo necessário. Eu vou atacar juntamente com a Estática para desabilitar essas manoplas.”

Fez com que seus sólidos de efeagatênio saíssem das algibeiras e voassem ao seu redor, se desfazendo em milhares de sólidos menores, praticamente uma poeira.

”Você os carrega e eu jogo contra os moleques, depois nós atacamos com tudo e apagamos eles. Por fim, a gente instala o dispositivo e avisa os demais.”.

”Nove deles é quase um time de futebol de classe média-alta. Vou só carregar o efeagatênio e já me posicionar perto do grandão. Se nosso plano não cobrir a categoria de base ali do ‘Supreme Outfit F.C.’ todo, eu parto pra cima deles e pifo as manoplas eu mesma.“

A poeira de efeagatênio carregada de eletricidade deveria ser capaz de inutilizar as armas dos garotos. Para ajudar Fera na distração, faria uma sugestão mental na mente dos rapazes, fazendo-os enxergar várias imagens de Fera em vez de apenas o original. As imagens se moveriam de forma aleatória, visando chamar a atenção deles.

Quando conseguisse desabilitar as armas, usaria sua telecinese para arremessar os garotos uns contra os outros, fazendo-os cair apagados. Se não conseguisse atacaria com tudo que tivesse, jogaria objetos para distraí-los e usaria a telecinese como ataque direto para nocauteá-los. Por fim, ajudaria Fera na instalação do dispositivo, como era o objetivo da missão.

________________________________________________________________________
Fonte:
 


"Só é sábio o homem que se mantém senhor de si mesmo."
(Bhagavad-Gita)

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Olímpica

avatar

Mensagens : 369
Data de inscrição : 05/06/2012

MensagemAssunto: Re: T04E08 - Tudo novo, tudo diferente.   Seg Set 03, 2018 11:41 pm

Por incrível que pareça a viagem dimensional havia sido tranquila, tirando uma leve tontura que sentiu assim que chegaram na "terra2". Olívia já havia feito viagens bem piores com os transportes públicos de NC.
Rapidamente os grupos se dividem e partem para os locais que combinaram atacar.
Ímã, seguida de Antares, Olímpica e Réplica subiram os morros da Favela. O local era familiar para Olívia. Ela andava por ali como se conhecesse, mas estava diferente, muitas das moradias destruídas ou abandonadas.
Era uma cena triste de se ver, mais do que o normal.

Enquanto faziam seu trajeto a garota notou um certo desconforto em Antares, seu olhar parecia triste e distante.  Muito provavelmente  por ter escutado as duras palavras que ela havia dito para Arsenal em relação a ele.
A atleta, se aproxima do rapaz, na intenção de tentar dizer algo, para tentar quebrar aquele gelo todo,talvez se desculpar ou algo do tipo, mas antes que pudesse dizer algo, Ímã alerta o grupo da chegada no ponto marcado.

O grupo observa uma torre, de construção diferente do resto da favela, nela oito homens, possivelmente traficantes "surfavam" numa espécie de discos abaixo de seus pés.
Olívia fica impressionada com tal tecnologia, nunca havia visto nada assim.

-Bom eu não sei qual é a dessas armas, mas esses caras tem uma puta vantagem em relação a gente. Tão em maior numero, armados e ainda usam essa parada pra se locomoverem... Diz a garota para os três aliados.

-A gente podia tentar algo meio furtivo sei lá, se a gente se dividir e cada um derrubar um, sobra 4 pra 4, bom, isso se der certo...
Er..Ímã né? você consegue usar seus poderes nas armas desses caras igual fez no meu bastão?
Pergunta meio sem jeito para a garota com poderes magnéticos. Em seguida ela retoma a fala.
-Alex quanto de poder mental você tá conseguindo usar? Se você conseguir mexer com a cabeça desses caras seria foda...Abriria as portas pra mim e o Antares descer o braço nesses felas
Ao terminar de falar, ela lembra que sua pareceria com Antares estava fragilizada, e ela não sabia se ainda podia contar com o amigo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Jorji'n

avatar

Mensagens : 546
Data de inscrição : 05/06/2012

MensagemAssunto: Re: T04E08 - Tudo novo, tudo diferente.   Ter Set 04, 2018 4:42 pm

Enquanto guiava sua moto, Arsenal reparava na ruína em que a cidade se encontrava, no caminho pode reconhecer vários pontos iguais os de sua realidade, parcialmente destruídos, porém uma coisa não parava de passar em sua mente, as palavras de Olívia antes de começar a missão.

“É esse tipo de  atitude que tá criando aquele ambiente tóxico no instituto, a maioria só se preocupa com o próprio rabo, ou no de quem convém, ninguém pensa no time como uma família e que os problemas de todos são importantes, tenho pena do Jean, mas ele se afastar do time tambèm não vai resolver nada.” Logo eles estavam se aproximando do bairro onde estava localizada uma das torres, os problemas do instituto podiam esperar um pouco, agora era hora de ajudar os outros.

Jardim da Redenção - 12h27m

Os três chegam no local, Arsenal olhava ao redor do bairro deserto, carros congelados no caminho chamaram atenção dele e dos outros dois, o rapaz logo pensou na hipótese de um criocinético, hipótese que foi descartada quando chegou próximo da torre, com os binóculos ele pode contar dez homens que portavam armas criogênicas.

-Tá, eu tive uma idéia, nós não sabemos quantos e se eles tem reforços lá dentro, vamos abater o máximo de que pudermos antes de avançarmos com uma catapulta, Sísmico, quero que você pegue a maior rocha que puder.

Arsenal estica as mãos para frente e começa formar uma catapulta enorme, que apontava na direção da base da torre e dos inimigos, assim que Sísmico colocar a pedra, ele acionará o equipamento lançando a pedra, e seguida ele partirá para cima dos inimigos que sobrarem.

________________________________________________________________________
Vigilante//Arsenal//Blecaute//Jorji'n

Fala
Spoiler:
 

"Pensamento"
Spoiler:
 


#brancosfedemadanone
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Administrador

avatar

Mensagens : 1632
Data de inscrição : 10/05/2009

MensagemAssunto: Re: T04E08 - Tudo novo, tudo diferente.   Ter Set 04, 2018 5:21 pm

O clarão se apaga e Alex se encontra junto aos demais em outra dimensão. O campo de milho destruído e o céu encoberto pela redoma demonstram que a história dos viajantes pode realmente ser verdade. Por um momento Alex se sentiu mal por duvidar, mas os últimos acontecimentos não davam espaço para confiança em estranhos.

Na base improvisada, verificou as fotos dos heróis abatidos e pensou ter visto alguém conhecido.

- Será que existem outros de nós aqui?.

Falou baixo, sendo ignorado por todos que seguiam o homem-fera para o subsolo.

Após o plano traçado subiu em uma das motos, colocou o capacete e, acelerando o motor, notou que se tratava de um motor elétrico, quase silencioso. Olhou para o lado viu Cybernética.

- “Esperta.”

Pensou em como os poderes dela poderiam ser úteis no instituto, mas logo foi alertado por Imã e Olívia que estavam de partida. Notou que Jean estava mais distraído que ele próprio e deu um soco em seu ombro.

- Jean, acorda. Vamos ficar pra trás.

Acelerou a moto em direção a saída e acompanhou o grupo pelas ruas da cidade. Viu o quanto parecida e diferente esta Nova Capital é de sua dimensão natal. Algumas ruas eram as mesmas, outras totalmente diferentes, mas algo era sempre presente, destruição.

Viraram em uma marginal e entraram na favela. O silêncio e calmaria seguia o grupo pelas vielas subindo o morro em direção a torre que já podia ser vista ao longe. Chegando mais perto o grupo se depara com a guarda do local.

-Alex quanto de poder mental você tá conseguindo usar? Se você conseguir mexer com a cabeça desses caras seria foda...Abriria as portas pra mim e o Antares descer o braço nesses felas.

- Ainda estou com os poderes do Radesh, Olívia. Acho que posso iludir alguns deles, mas não todos. Deixe me tentar.

Alex, se aproxima furtivamente, a fim de utilizar os poderes de Garuda e criar uma ilusão auditiva em pelo menos 4 deles, como se cada um ouvisse passos em direções diferentes, fazendo com que eles se separassem e pudessem se abatidos individualmente.

________________________________________________________________________




"Isso é apenas uma máscara. Um símbolo. Quem está por trás dela é que realmente importa."

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://fabricadeherois.forumeiros.com
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: T04E08 - Tudo novo, tudo diferente.   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
T04E08 - Tudo novo, tudo diferente.
Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Abaixei tudo!!!
» Olá tudo bem!!!
» apresentação
» Loja Toy Biz
» Suzuki Samurai - Depois de fazer a trilha do sitio da gorda 01/10/14

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
fabricadeherois :: Força Heroica :: 4ª Temporada-
Ir para: