InícioRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 [FHVERSO] Inimigo do Estado

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Mestre

avatar

Mensagens : 824
Data de inscrição : 08/06/2012
Aluno Iniciante

MensagemAssunto: [FHVERSO] Inimigo do Estado   Qua Nov 15, 2017 1:23 pm

A madrugada em Nova Capital é quase igual ao dia. Exceto por ser mais perigosa. Mas aquele dia foi bem tranquilo para o Cavaleiro de Aço. Ele calculava que a sua presença inibia os crimes, evitando que algo acontecesse. E isso era bom. Quanto menos crimes, melhor. Menos inocentes se ferindo. Ele retorna ao galpão que chamava de lar, descendo suavemente por uma claraboia até pousar na área criada para isso. Ele se desfaz da roupa, voltando a ser Heitor Paladino mais uma vez. Ele aperta um botão, que fecha a claraboia, e olha no relógio. Quinze para as duas! “Durou tanto tempo assim?” ele se pergunta. Ele abre a geladeira, agora mais a vontade com roupas mais informais, e depois de separar um lanche, vai até o computador.

Vamos ver o que temos para hoje... Que tal saber um pouco sobre aquele garoto ninja?

Ele abre uma pasta com o nome “Shinobi Vermelho”, e na pasta há alguns vídeos, imagens e textos, todos organizados em subpastas. Ele vem estudando os heróis com quem atua, para saber com quem está lidando. Sua concentração é cortada com o barulho de passos. Ele se vira resolutamente, com uma pistola que guarda na gaveta da escrivaninha onde seu computador estava. Uma pessoa sai das sombras, caminhando calmamente..

Então, de acordo com sua pesquisa, eu sou um possível viciado em drogas, com uma boa percepção do que está ao meu redor? E que eu devo ser um policial, por causa da minha habilidade com armas? Poxa, estou impressionado! Achei que era o único que xeretava por ai...

Ironia aparece, com sua máscara habitual, mas com a parte da boca de fora. Ele bebia uma lata de Itaipava.

Desculpe, assaltei a sua geladeira. Não tinha uma bebida mais forte? E você come mesmo esses sandubas naturais?

Como...?

Achou que eu não ia perceber você tentando me vigiar? Cara, TODO MUNDO faz isso. Mas você, meu caro, foi quem mais me impressionou. Ex militar, nunca casou, tem um problema sério com mulheres, e com o passado apagado de qualquer registro. Não trabalha, então deve ganhar dinheiro de outra fonte, resta saber qual é...

Como me achou? – falava Heitor, já impaciente com o detetive – Esse lugar tem todo tipo de alarmes!

Eu tenho meus truques. Mas me diga... O que vai fazer com essas informações?

Você tem seus métodos, eu tenho os meus – disse com convicção – Preciso ter certeza de que posso confiar em alguém.

Você seguiu os caras que pagam seu salário de super-herói também?

Não... Eles tiveram uma avaliação diferente.

E como podemos confiar em você? – fala encarando Heitor nos olhos.

Olha, eu não tenho que... – Por um instante, Heitor para de falar e parece concentrar-se em alguma coisa alheia à situação. – Você disse que é vigiado com frequência?

Bom, eu...

Há quanto tempo está aqui?

Umas três horas, eu acho...

Mas que... Droga!

Heitor corre para tentar pegar sua armadura, mas tiros o impedem de chegar perto. Ironia olha ao redor, surpreso por não ter percebido nada. Uma voz falada por um alto-falante, vinda de dentro do galpão, dizia:

Heitor Marque Paladino, você está cercado! Entregue suas armas, e renda-se. Ou teremos que abrir fogo!

A porta da claraboia é arrombada por alguém com muita força. Um homem negro, com roupas rubro-negras, as arranca com força, e desce voando até perto de onde a armadura fica. Agora Ironia podia ouvir o que Heitor escutara antes, o barulho quase sereno de um helicóptero militar. Da passagem da claraboia descem vários soldados com cordas, que já se posicionam para atirar.

Sinto muito, mas você vai ter que vir com a gente, passarinho. Você está preso por crimes de guerra!


OBS::
 

Prazo de postagem: Até 23h de amanhã, dia 16/11.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://jogoseafins.forumeiros.com/
Ironia

avatar

Mensagens : 416
Data de inscrição : 06/06/2012
Aluno Intermediário

MensagemAssunto: Re: [FHVERSO] Inimigo do Estado   Qui Nov 16, 2017 11:20 am

"Isto é um absurdo!" -Pensou Ironia, com as mãos levantadas, ainda segurando a lata de cerveja.- "Hoje é Quinta-Feira! É a vêz dos italianos! Não deles!"

E a situação se encontrava orquestrada: Pedro e Heitor estavam cercados por dez Soldados armados mais Vulcão, um dos antigos heróis a serviço da P.E.G.A.S.U.S.. Para piorar a situação dos justiceiros, Heitor estava sem o seu elmo.

- Isto explica a parte do passado apagado. -Diz o detetive demonstrando indiferença.- O que você fez pra receber essa fama? Matou alguém que não devia? Cuspiu no café do Tenente?
- ISSO É TUDO CULPA TUA! -Diz Heitor com as mãos levantadas, ainda segurando a arma.
- Olha, posso ser tudo isso que você pensa que eu sou, mas culpado não! -Pedro se defende e aponta a cabeça para um dos soldados que está perto do computador central.- Se quiser culpar alguém, culpa eles.
- Achei que um detetive no seu porte saberia como não entregar a sua posição! -Heitor tocou em um ponto que Pedro não gostou.- Você trouxe eles pra cá! Agora vá embora, isso é problema meu!
- Um detetive do meu porte está aqui faz três horas inteiras, Seu babaca! Não foi eu! -Pedro aponta pro herói sem armadura e depois dirige seu dedo para Vulcão.- E vocês, o combinado era as Terças! Diz pra Flávia pra ir cagar e que o trato está desfeito!

E com este simples nome, Vulcão transefere toda a sua atençao para o detetive, caminhando e ficando cara a cara com o mesmo.

- Esta informação é ultra-confidencial. -Disse com um tom sério e ameaçador, claramente informando para que Ironia calasse a boca, coisa que ele não sabia fazer direito e ficar dizendo coisas como:
- Você estar comendo a mãe daquele youtuber é confidencial também? -Disse Pedro, dando um passo para traz, já prevendo a reação do herói rubro.
- Seu filho da puta! -As mãos e a cabeça começam a emitir uma aura ofuscante e vermelha.
- Heitor, pensa rápido!
- Quê? -O alerta pega o Cavaleiro desprevenido.

E o plano estava em execução: Tirar o foco do Vulcão para cima do Heitor e colocar em prática a parte difícil.

Ironia joga a lata de cerveja na cara do vulcão e avança contra dois soldados próximos, agredindo eles e pegando cobertura depois de derrubar uma mesa para se proteger dos possíveis tiros, assim dando tempo pro Cavaleiro pegar a sua armadura.

________________________________________________________________________
RPG - A Marca:
 


Ironia - #ffff00
Voz na cabeça do Ironia - #ffff99
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Amôn

avatar

Mensagens : 212
Data de inscrição : 15/10/2012
Aluno Iniciante

MensagemAssunto: Re: [FHVERSO] Inimigo do Estado   Qui Nov 16, 2017 6:54 pm

"Problemas sérios com mulheres?! Não é bem assim! Qual o problema desse cara?"

Heitor se sentia violado, o herói conhecido apenas como o Detetive, além de ter invadido seu galpão, começou a fazer várias observações sobre a vida do ex-militar e a questionar sua credibilidade. De todos os heróis com quem o Cavaleiro de Aço contracenara, Ironia com certeza era o que tinha a identidade mais obscura, do pouco que conhecia sobre ele uma coisa era certa, ele era o que mais divergia em ideais com o Cavaleiro, suas táticas eram um tanto quanto questionáveis, se distanciando em muito dos compromissos que Heitor fizera quando decidiu se tonar um herói, mas com certeza, ele lutava contra as injustiças do mundo. Todos estes fatores eram muito confusos para o herói alado, era muito difícil determinar se podia ou não confiar naquele vulto sorridente, e agora mais um ponto negativo era adicionado à essa equação maluca, o invasor, num ataque de burrice, ou simplesmente por subestimar a situação, trouxe à tona a localização de um dos homens mais procurados das forças armadas, O ex-capitão, Heitor Marques Paladino, inimigo do estado e um perigo para toda a nação.
Quando os agentes da P.E.G.A.S.U.S invadiram, o caos se instaurou, Heitor já não sabia mais quem xingar, tudo aquilo era revoltante, depois de tanto tempo se escondendo, era no mínimo frustrante ter sua posição entregue de maneira tão inútil.

-Heitor Marques Paladino, você está cercado! Entregue suas armas, e renda-se. Ou teremos que abrir fogo!

-Sinto muito, mas você vai ter que vir com a gente, passarinho. Você está preso por crimes de guerra!  

-VOCÊS SIMPLESMENTE NÃO DESISTEM, NÉ? ISSO É TUDO CULPA TUA!! - Heitor não era burro, e sabia que se começasse a xingar o outro herói, lhe daria tempo para pensar.

"Ok, essa voz veio de dentro do galpão, provavelmente já estavam aqui desde antes, será que antes do Detetive? Droga! Preciso da minha armadura pra sair daqui"

Os heróis continuaram trocando gritos, enquanto ganhavam tempo para saber como agir, até que o Ironia começa a provocar Vulcão.

"O que esse cara tá fazendo, será que o uso de drogas tornou ele suicida? Não. Ele está ganhando tempo, pensa Heitor..."

Até que numa fração de segundos...

-Heitor, pensa rápido! - O detetive começa a agir, jogando a lata na cara de Vulcão

-Que?!  

"Aaah, minhas armadilhas!"

O Cavaleiro de Aço puxa de seu bolso um controle, e nele aperta todos os botões, esse era o seu controle de segurança do galpão, o ex-militar era fugitivo há tempo o suficiente para saber que poderia ser invadido daquela maneira a qualquer momento, e estava pronto para isso, ativando o sistema de segurança, as luzes se apagariam, todos os alarmes tocariam de maneira ensurdecedora, e o mais importante de tudo, todos os seus computadores e painéis de controle seriam explodidos por mini explosivos controlados, assim causando uma grande distração e eliminando todas as informações sobre heróis que possuía, impedindo que chegassem em mãos erradas.

Seu objetivo era dar vantagem para o detetive em combate e assim criar tempo para alcançar sua armadura, e se sobrasse tempo dar um tiro na perna de vulcão.

-Vocês me querem? Venham pegar.

________________________________________________________________________
Fala: #006600

Amôn - Humano - Careca - Barbudo - Bodybuilder
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mestre

avatar

Mensagens : 824
Data de inscrição : 08/06/2012
Aluno Iniciante

MensagemAssunto: Re: [FHVERSO] Inimigo do Estado   Sex Nov 17, 2017 10:56 am

A situação era tensa em vários sentidos. Para Heitor, era quase uma violação. Nisso, Ironia começa a fazer bravatas contra Vulcão, que fica irritado com o herói. O que ele não contava era que não passava de distração.

Heitor, pensa rápido! – fala Ironia.

O que?

Nisso, ele joga a lata de cerveja em Vulcão, e parte para a briga com dois soldados. O que se seguiu foi muito rápido. Ao mesmo tempo em que ele ataca os dois soldados, Heitor age rapidamente, aproveitando a situação criada pelo detetive para retirar um controle remoto do bolso, e ativar as defesas do local. Ironia puxa uma arma de um soldado, fazendo o soldado vir mais para frente, desequilibrando-o para que o herói o acertasse com um soco.

Heitor chega até sua armadura, mas não sabia que estava na mira de outra pessoa. Pátria, da sala de controle, estava pronto para atirar antes que Heitor vestisse o uniforme. Mas quando vai apertar o gatilho, escuta um bipe insistente dos computadores da sala. É uma luz vermelha de uma lanterna.

Filho da—

Ele só tem tempo de pular. A sala inteira explode, fazendo ele voar para longe. Ironia se defende de uma coronhada de um outro soldado, dando-lhe uma rasteira e o acertando com um pontapé na cabeça, desacordando-o. Vulcão tenta decidir se vai se vingar de Ironia ou vai atrás da missão: Heitor. Mas acaba vendo a explosão no local onde Pátria estava e vai ver o amigo. Quando chega perto dele, este grita:

Eu estou bem, idiota! Vá atrás do alvo!

Ironia se proteger dos ataques possíveis puxando uma mesa para servir de proteção. Nisso, todas as luzes se apagam. Mas, de repente, a luz do elmo de Cavaleiro de Aço brilha.

Vocês me querem? Venham pegar!



Dados:
 

Iniciativa para o combate seguinte::
 

Prazo de postagem: Até as 15h de amanhã, dia 18/11.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://jogoseafins.forumeiros.com/
Ironia

avatar

Mensagens : 416
Data de inscrição : 06/06/2012
Aluno Intermediário

MensagemAssunto: Re: [FHVERSO] Inimigo do Estado   Ontem à(s) 12:44 pm

"Tenho que falar pra ele que são remédios controlados, não drogas." -Pensa o detetive, correndo em direção a um dos soldados.

O plano já estava em andamento: Tirar o foco do Vulcão, reduzir o número do soldados e pegar cobertura em algum lugar enquanto Heitor corre em direção até seu elmo. Basicamente o plano era esse. Pedro conta também que Heitor ative as suas armadilhas, criando mais distrações e dar mais tempo para Ironia pensar.

"A situação está a nosso favor. Vulcão e 10 soldados altamente armados no galpão contra eu e o solteirão." -O detetive analisa minuciosamente a situação e o ambiente.- "Apesar de eles terem uma lenda com eles, a a vantagem é nossa pelas nossas habilidades."

Barulhos, sirenes, luzes e explosões se espalha pelo galpão. Vulcão olha para todos os lados, misturando confusão e frustração em sua mente. Para um herói veterano e treinado pela P.E.G.A.S.U.S., a situação era bem nova para ele.

"De acordo com o que observei, tem 2 armadilhas nas duas entradas, 3 no teto, 2 no galpão da cozinha, 1 no banheiro 2 na sala de comunicação, 2 embaixo da cama e 4 no computador central." -Pedro Quebra o nariz da sua primeira vítima.- Ao todo dá 15 armadilhas no to...

Uma explosão é ouvida e observada por todos quando a sala de comunicação vai para os ares e um soldado corpulento com uma máscara com uma estrela decola pelo galpão.

- 16 armadilhas. Aquele ali não é o Pátria? -Disse Ironia apontando pro soldado voador e logo depois desvia de uma coronhada para dar uma rasteira no soldado e golpeando-o, desacordando ele. -Meleca. Agora não é nada favorável para nós.

Percebendo que é alvo fácil para todos os membros da P.E.G.A.S.U.S., Ironia corre em direção a uma mesa, deslisa por baixo dela e a derruba imediatamente. Ironia refaz todos os cálculos que tinha feito e chega a única conclusão plausível e racional: Fuga.

Mas para complicar, as luzes se apagam, deixando todos no escuro.

- Mas o quê...?
- Vocês me querem? Venham pegar! -Disse Cavaleiro de Aço, agora com uma voz mais impetuosa.
- Droga, Heitor. -Diz para si mesmo.- Espero que use a cabeça ness...
- Detetive! Sua vez, pensa rápido!

Pedro abre um pequeno sorriso por perceber que seu parceiro de confusão não é qualquer um, pois Heitor entendeu o plano.

Ironia saca uma de suas armas e salta de seu esconderijo. uma mão levantada para cima e outra mão armada mirando para Vulcão. se ele ainda estiver emanando energia luminosa, irá dar um tiro em alguma extremidade como pernas e ombros.

Com a outra mão esticada para cima, Ironia espera ser levado pelo Cavaleiro de Aço para fora de toda essa zorra.

________________________________________________________________________
RPG - A Marca:
 


Ironia - #ffff00
Voz na cabeça do Ironia - #ffff99
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Amôn

avatar

Mensagens : 212
Data de inscrição : 15/10/2012
Aluno Iniciante

MensagemAssunto: Re: [FHVERSO] Inimigo do Estado   Ontem à(s) 12:45 pm

A armadilha funcionou, Heitor sabia que as figuras ali eram apenas soldados obedecendo ordens, mas era extremamente prazeroso ter sido capaz de engana-los, ele não entendia como dois heróis experientes como Vulcão e Patria aceitavam se submeter aos comandos da P.E.G.A.S.U.S.

"Quando o assunto é salvar as pessoas, um herói não pode se limitar aos julgamentos de ouros para tomar decisões, e escolher isso para si é abdicar de priorizar os inocentes... Sinto muito, mas esses dois heróis são meus inimigos neste momento."

A situação era complicada, 2 heróis experientes 8 soldados e mais um helicóptero lá em cima, por mais vantagens que o ex-militar tivesse dentro de seu esconderijo, nem ele nem Ironia tinham os recursos para derrotas todos ali. O Cavaleiro de Aço não gostava de fugir, mas neste momento essa era a única opção, até que uma nova estratégia pudesse ser formada, e por mais que Ironia fosse o culpado daquela invasão, ele também fora o culpado de Heitor ter recuperado sua armadura, então ele não poderia ser deixado para trás.

-Detetive! Sua vez, pensa rápido!

O herói alado ergue em voo, seu visor mudando para a visão noturna, o plano era simples, fugir, mas a execução precisava ser minimamente cuidadosa, ele não podia se dar ao luxo de levar um tiro nas costas em pleno voo, então parte para cima de Patria, descendo um chute contra ele, mas sem tocar o chão parte de encontro ao detetive, na esperança de que ele percebesse o plano, seu objetivo era pega-lo e sair voando com ele pela claraboia aberta por vulcão, lá fora ele voaria em zig-zag para evitar tiros vindos tanto do galpão quanto do helicóptero e depois se lançaria em fuga pelo caminho mais tortuoso no ar, mesmo sabendo que haveria uma perseguição aérea, o número de inimigos seria reduzido.

-Se segura, tá na hora de um passeio aéreo.

________________________________________________________________________
Fala: #006600

Amôn - Humano - Careca - Barbudo - Bodybuilder
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mestre

avatar

Mensagens : 824
Data de inscrição : 08/06/2012
Aluno Iniciante

MensagemAssunto: Re: [FHVERSO] Inimigo do Estado   Hoje à(s) 3:48 pm

Cavaleiro de Aço bola um plano de fuga e avisa Ironia. Animado com a ideia, o detetive sai de seu esconderijo com uma mão pra cima e outra com sua pistola, pronto para atirar. O local era agora iluminado apenas pela luz da lua que entrava pela clarabóia destruída. É o suficiente para que Pedro pudesse ver Vulcão indo em direção dele. Ele mira e atira no Herói do PEGASUS, acertando-o no ombro e fazendo-o parar e gritar de dor. Enquanto isso, Heitor decide primeiro tentar desacordar Pátria, e voa até ele, para lhe acertar um belo pontapé. Foi bem fácil achar o soldado, por conta de seu elmo. Quando Pátria percebe, é tarde demais. Ele sente o golpe no seu peito, prenssando-o contra a parede. Porém, quando ele dá a volta para pegar Ironia, uma de suas asas se prende num ganho na parede e ele não consegue se soltar. Pátria da uma risada.

Te peguei, passarinho...

Apesar da escuridão, Pátria faz jus a sua fama. Um tiro certeiro na cabeça. Ele sabia que o tiro não mataria, por causa do elmo. Seu objetivo era justamente danificar o capacete, deixando o herói alado em maus lençóis. O impacto do tiro deixa Heitor zonzo e com dor de cabeça, e o pior: o sistema de navegação de seu elmo ficou defeituoso, e as imagens ficavam tremendo. Ironia percebeu a demora do colega, e pelo barulho de tiro, pressente o pior. Vulcão voa com fúria contra o herói, que por pouco não é acertado em cheio pelo soco do agente do PEGASUS. O problema é que, mesmo de raspão, aquele soco era potente. Ironia rodopia no ar antes de cair.

Vai se arrepender do que falou, otário!

Soldados! Ataquem os dois! Uso de armas não letais, ouviram bem? – Ordenava Pátria – Cavaleiro de Aço é prioridade!

Nisso os soldados começam a atirar. Ironia se arrepende de ter saído de seu esconderijo, pois é pego várias vezes por balas de borracha. A dor é terrível! Para Cavaleiro de Aço, foi pior. Os soldados estavam mais perto dele e concentrados nele. Ele sente vários projéteis acerta-lo. A dor é indescritível, como se estivesse passando por um moedor de carne. Heitor lembra de quando esteve em guerra. Seu principal antagonista nesse momento, Pátria, era um adversário formidável. Um soldado verdadeiramente. Vencê-lo seria páreo duro.


Ironia vs Vulcão:
 

Cavaleiro de Aço vs Pátria:
 

Pátria vs Cavaleiro de Aço:
 

Vulcão vs Ironia:
 

Soldados vs Ironia:
 

Soldados vs Ironia:
 

Prazo de postagem: Até as 16h de amanhã, dia 20/11.

[/color]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://jogoseafins.forumeiros.com/
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: [FHVERSO] Inimigo do Estado   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[FHVERSO] Inimigo do Estado
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Inscrições: FHVerso - Jogadores
» [Comentários] Loja AllCenter
» Banda de música de animes e games
» Criações Livres
» [Pedido] - NPCs FHVerso

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
fabricadeherois :: Fábrica de Heróis :: Crônicas-
Ir para: