InícioRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 [FHVERSO] Jogo Mortal

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3
AutorMensagem
Amôn

avatar

Mensagens : 212
Data de inscrição : 15/10/2012
Aluno Iniciante

MensagemAssunto: Re: [FHVERSO] Jogo Mortal   Sex Nov 03, 2017 8:23 pm

2 anos atrás:

- Muito bem, prestem atenção... É tudo muito simples, você vai subir essa colina e montar seu ninho lá, cuidar de nossas costas enquanto eu e o resto da equipe entramos no esconderijo deles, se você ver o sinal, você faz o seu trabalho.

O capitão Paladino passava o breefing da missão, que basicamente consistia em fazer negociações com um grupo terrorista conhecido, chamado As Farc a respeito de seus  multiplos reféns.

- Pode confar em mim capitão -
respondeu o segundo tenente Ferreira, recém chegado no grupo de Operações Especiais  secreto das forças armadas, entrou para equipe por sua alta habilidade como sniper.

A equipe entrou no acampamento, as negocioaçoes nem foram feitas e já falharam, os terroristas os receberam atirando, o sinal foi dado para o sniper, mas nenhum tiro foi escutado da colina, ao invés disso, apenas mais um refém havia sido feito, o novo tenente provavelmente sofreu uma armadilha no topo da colina e foi capturado, os captores exigiam que se o capitão quisesse o rapaz vivo, teria que deixar todos escaparem com os reféns e partir. Mas o integrante da As Farc não conhecia aquela equipe.

"Vocês tem duas missões, Heitor... A primeira é limpar o acampamento. A segunda é salvar os reféns que puder. Nessa ordem de prioridade!"


O Capitão Paladino puxou sua pistola e fez um disparo que tirou duas vidas, a do Tenente Ferreira e a do seu captor que apontava uma arma para a sua cabeça.

- Acabaram as negociações!

Quando a equipe tática terminou de exterminar todos os terroritas, eles encontraram e libertaram todos os reféns sobreviventes e os levaram para o Brasil, onde de lá puderam ser encaminhados para a suas familias, oficialmente aquela missão nunca ocorreu e a familia do Tenente Ferreira acha que seu filho é um traidor da patria e vive entre terroristas hoje.

Dias atuais:

O Herói Cavaleiro de Aço estava de pé diante de uma criatura decrepita que se auto intitulava Sr. Medo, a figura colocava Heitor em mais uma situação de decisão, a vida de Ironia ou a de uma familia indefesa, ou ainda a opção de matar o vilão para evitar outras mortes, a insegurança toma conta da figura alada, por um momento ele não sabe como  agir, se derrubasse sangue o simbolo que queria representar estaria manchado para sempre, mas ao mesmo tempo não podia deixar nenhuma vida inocente ser perdida, a decisão era clara, até que:

"Enfrentar o medo."

O Cavaleiro para, por um momento ele olha em volta e começa a raciocinar.

"Essa voz pertenceu ao Ironia... Mas como? Ele está ali hipnotizdo, então ele não é real... Nada aqui faz sentido, nada disso é real! Então quer dizer que..."

Heitoir olha para o vilão, e quando termina de raciocinar, sorri.

- Não Sr. Medo, você não pode matar. Por um momento você foi todo poderoso e quase me confundiu, seu objetivo era, assim como tantos outros, tentar desacreditar a imagem dos heróis, mas tem uma coisa que o senhor não previu, você se esqueceu que quando as pessoas tem em sua mente e em seu coração uma decisão, nada pode desvia-las desse caminho. Eu sou um soldado, e por muito tempo deixei que outros tomassem as decisões por mim, por isso perdi muitas pessoas que dependiam de mim, mas quando assumi esse manto, eu me tornei um simbolo dessa decisão, eu decidi que mesmo quando não nos dão opção de vitória, nós podemos criar essa opção nós mesmos, decidi que era isso que ia transmitir para cada cidadão dessa cidade, e é isso que eu vou fazer... Que isso sirva de mensagem para você e para todos que vierem depois de você! Não, vocês não podem matar... Porque sempre que vocês tentarem, eu estarei lá para impedir! Agora faça-me o favor de sair da minha cabeça!

O cavaleiro de aço ergue seu pé e o desce violentamente na cara do Sr. medo, buscando assim desacordar aquela representação em suas frente, para acabar com a ilusão.

________________________________________________________________________
Fala: #006600

Amôn - Humano - Careca - Barbudo - Bodybuilder


Última edição por Amôn em Sex Nov 03, 2017 8:26 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Atieno

avatar

Mensagens : 1113
Data de inscrição : 15/01/2013
Aluno Iniciante

MensagemAssunto: Re: [FHVERSO] Jogo Mortal   Sex Nov 03, 2017 8:23 pm

— Enfrentar o medo...

Fui caminhando de lança na mão, na direção do Sr. Medo. Mantinha meu foco nele, chegando a liberar as garras nas mãos. Agia como um caçador, caminhando devagar, estudando cada passo. O inimigo estava diante de mim, e a segurança de minha família era a recompensa.

Emiti um grunhido, proveniente de Hodari, e atirei a lança contra Sr. Medo. No tempo que olhei pra baixo, por causa do movimento, tudo apagou.




Abrindo os olhos devagar, percebi o novo ambiente ao meu redor. As tochas nas paredes, parcialmente desmontadas, demonstravam o labirinto da Casa dos Mistérios. Só podia ser isso, então... era tudo falso, de alguma forma. Já ouvi falar de supers com poderes semelhantes.... mas experimentar isso é uma das coisas mais horríveis que podem acontecer a um humano.

"Acabou... conseguiu, Atieno"

Olhei para Jogo de Cartas, e passei a mão na cabeça, ajustando minha máscara e me levantando.

— Achei que ia morrer... — digo, passando a mão no ferimento da´ultima missão. — Mas estou bem, obrigado... aliás, o que era aquilo que me atacou?

________________________________________________________________________
Falas: #CCFFCC (Atieno)
#2399FF (Hodari)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://heroisbrasileiros.forumeiros.com/
Lâmina Negra

avatar

Mensagens : 235
Data de inscrição : 21/06/2012
Aluno Intermediário

MensagemAssunto: Re: [FHVERSO] Jogo Mortal   Sex Nov 03, 2017 8:32 pm

Com a ajuda de Sonar, Shinobi se levanta um pouco desnorteado mas com a sensação de quase morte tanto para ele como para seu novo parceiro. Lembrando de ter acertado um soco no Sr.Medo e confuso se foi real ou não diante das palavras de Sonar ao detetive logo a frente. Mas logo volta sua atenção para o jovem ao seu lado.

" Ei! Sonar né?! Você está bem cara? Estou um pouco confuso... Te acertei pra valer, eu acho. Já acabou? cadê os outros?"

Mesmo fazendo perguntas Shinobi ainda preocupado com a familia e os demais aliados presentes naquele local, vasculha ao redor com os olhos procurando algum sinal que os leve finalmente até onde a família possa estar. Vê Sr.Medo caido no chão com o Cavaleiro a sua frente e pensa no que virá agora diante de mais ameaças.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mestre

avatar

Mensagens : 824
Data de inscrição : 08/06/2012
Aluno Iniciante

MensagemAssunto: Re: [FHVERSO] Jogo Mortal   Sex Nov 03, 2017 9:34 pm

Uma semana atrás...

Depois de uma longa pausa, Rafael fala:

E se ele pudesse participar de uma equipe, como os Bem Feitores?

Os Bem Feitores acabaram há muito tempo, Rafael. Você saiu fora antes de terminar, lembra?

Decisão que eu me arrependo amargamente. Se eu estivesse com vocês, não teria perdido minha... Você sabe.

E então?

Eles estavam em grupo no evento do Hangar. E se eles formassem uma equipe?

Não sei... Um deles matou um dos terroristas a sangue frio! Não acho que seria uma boa...

Ele apenas agiu como um policial agiria.

Não sei não... Mas como eles formariam uma equipe? Você vai aparecer e falar isso pra eles?

Não... Mas tive uma ideia...

Conheço esse olhar... Você vai mesmo pedir ajuda pro velho gagá?

Bruno sempre foi um lutador, e ele fazia a avaliação dos Bem Feitores. O Rogério poderia dar uma força... É só criar um ambiente onde eles teriam que agir como equipe.

E como você atrairia todo mundo?

Todo mundo não... Mas aquele tal de Cavaleiro de Aço parece boa pessoa. Posso usar uns favores que tenho, quem sabe a imprensa chama ele para uma ação beneficente, sei lá...

Olha, eu ajudo se prometer que não vamos passar dos limites. Não quero ninguém ferido.

Claro, claro... Mas vai ter que parecer real, senão vai dar errado. Meu plano é o seguinte...




Hoje

Os heróis se entreolham, e cada um tenta entender o que aconteceu. Sonar o Shinobi Vermelho se cumprimentam, assim como Jogo de Cartas e Atieno. Enquanto isso, Ironia tentava acordar Cavaleiro de Aço. Até que este cai no chão. Sonar vai até o detetive, fazendo perguntas sobre o que aconteceu.

Olha, eu bem que queria ter matado o infeliz, mas parece que ele nem está aqui. Vê o que pode fazer por esse cara aqui – apontando para Cavaleiro de Aço – enquanto eu resolvo uns assuntos.

Ironia vai até onde o garoto está, e pergunta o que ele tem.

Eu estou bem, o tio falou que eu ia ficar seguro aqui. Não tem família nenhuma, foi o que ele disse. E disse que era pra vocês se prepararem, pois iam precisar ajudar um ao outro para lidar com o que vem pela frente.

O detetive coça a cabeça. A máscara já estava abafando um pouco, ele precisava de ar para poder engolir tudo que aconteceu. Os heróis procuram pela família, mas nada encontram. Eulas desaparece em meio à multidão, envergonhado. Momentos antes, após deixar os outros heróis para trás, ele apenas andou em vão, sem encontrar ninguém, nem mesmo Sr. Medo. Agora, ele se sentia envergonhado pelo que havia acontecido no combate com os ninjas, onde havia “travado”. Mas, ao caminhar para longe, não estava sozinho. Ele se expôs demais, e agora seus inimigos o encontraram. Desde então, o hotel onde ele estava hospedado não teve mais notícias dele, nem mesmo os heróis que estavam com ele antes.

Atieno e Jogo de Cartas ainda tem uma sensação estranha, como se realmente as coisas não tivessem acabado. Talvez o vilão estivesse por perto. Não ter conseguido prender Sr. Medo era uma lacuna ruim de aceitar.


Depois

Longe dali, o coveiro Rogério, Bruno, Rafael e Caio, respectivamente os antigos Iluminismo, Granizo, Lâmina Negra e Caio, conversam enquanto arrumam suas coisas.

COFF, COFF, ARRRR... Maldita tosse! Sabia que eu ia precisar de uns remédios antes de vir pra cá. Mal consegui falar direito, ainda mais com esse embaralhador de voz.

Você se saiu bem, Rogério. Sinto que pegamos pesado com os meninos.

Bobagem. Se eles querem mesmo ser heróis, devem estar preparados para os lunáticos que vivem por ai. Ou eles se preparam para isso, ou vão acabar morrendo.

Bruno e sua frieza...

Ora, vocês queriam que eu testasse esses heróis, não?  Eis minhas conclusões: Shinobi e Sonar definitivamente precisam atuar mais juntos. Caio treinou bem o moleque, tenho que falar... Foi sorte o Houdinni e o Gato Preto estarem hoje. Aquele garoto das cartas parece bem centrado, mas não sei se aquela criatura que anda com ele seja legal... E o tal do Atieno? Ele não bate muito da cabeça, tem jeito de esquizofrênico. Isso atrapalhou ele algumas vezes. Eu só estava preocupado com o cara das asas e com o maluco com um emojin na cara.

Eu também.

Enfim, o tal Cavaleiro de Aço faz o tipo bom moço, por isso duvidei de cara. Ainda bem que ele provou que era sincero. Juro por Deus, se ele matasse alguém lá, eu ia ficar decepcionado. Já o Cara de Emojin, ele manda bem.

Mas ele mata.

É... tem que ver isso. Mas se desfez das armas, não? E foi o único sensato o suficiente para entender que tinha que atacar o problema. Numa situação de risco, se deixar levar pelo plano do vilão geralmente dá merda.

Olha a língua!

Ah, dane-se. Por mim, ele seria uma boa adição ao grupo, se quisesse. Pena que o homem elástico fugiu.

Bem, de qualquer forma, acho que deu certo. Feliz, Rafael?

Poxa, gente... Não sei nem o que dizer. Foi tão legal atuar com vocês de novo. Foi como nos velhos tempos...

Verdade. Será que se fingir de vilão será o ultimo ato dos Bem Feitores? Vamos terminar por aqui?

Nunca se sabe, Rogério, nuca se sabe... Já estamos velhos demais para essas aventuras. Deixa isso pra essa garotada.

Fale por você, velhote!

Falou o garotão, hein? Aliás, você não tinha um encontro?

É... Vou ter que me apressar.

Cavalheiros, foi uma honra estar com vocês de novo.




De madrugada, o parque estava fechado. Havia apenas um vigia noturno, e alguns cachorros, que protegiam o local. Não que ele fosse um lugar muito visado, afinal o máximo que já aconteceu foi alguns pichadores querendo deixar sua marca. O vigia anda pela casa do medo, e sente arrepios. Mesmo fechada, ela parecia sempre assustadora, ainda mais pelo que aconteceu naquela noite. Ele sai andando com sua lanterna, em direção a guarita. Sempre havia alguma bobagem interessante para os que trocavam a noite pelo dia.

Assim que ele dobra a esquina dos brinquedos, uma esfera de energia escura se forma próximo a Casa do Mistério. Quando ela se dissipa, há apenas névoa e sombras. E um homem desnudo se levanta. Seu olhar é assustador, como um abismo escuro.

Finalmente...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://jogoseafins.forumeiros.com/
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: [FHVERSO] Jogo Mortal   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[FHVERSO] Jogo Mortal
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 3 de 3Ir à página : Anterior  1, 2, 3
 Tópicos similares
-
» Jogo Injustice - Gods Among Us
» Inscrições: FHVerso - Jogadores
» Jogo do Facebook muito interessante
» A Regra do Jogo
» [Outras Figures]Mortal Kombat

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
fabricadeherois :: Fábrica de Heróis :: Crônicas-
Ir para: