InícioRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 [Moderador] - Fera

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Administrador

avatar

Mensagens : 1604
Data de inscrição : 10/05/2009
Aluno Avançado

MensagemAssunto: [Moderador] - Fera   Qua Abr 15, 2015 10:43 am

Codinome: Fera
Nome: Carlos da Silva
Idade: 29 anos
Área: Jardim da Redenção(ZR)

VANTAGENS:
- Acrobacia: 1
- Membro extra(cauda): 1
- Garras: 1
- Super-Força: 2
- Super-Resistência: 1
- Sentidos Aguçados: 1
- Super-Agilidade: 3
- Combate: 1
- Veículo (Moto): 1
- Taco de Beisebol: 1

Visual:

História:
-Tá querendo saber quem sou eu, babaca? Ok, vamo lá, to com tempo até a polícia chegar. Vamo te contar minha histórinha. Eu tive uma vida de merda igual a sua, bicho, assim, provavelmente. Nasci numa família de merda, igual a sua, tirando minha mãezinha, que tá no céu. Agora meu pai e meus irmãos, eles que se f&#@m. Po, só porque o mulequin nasceu com um rabinho ele tem que ser escrachado? Sai fora po.. hahaha

Enfim, uma hora a gente cansa desse tal de bully... E minino tem merda na cabeça, foge de casa e não sabe o que fazer depois, né? Dai fiquei lá, todo abobado, com uns 11, 12 anos, pedindo dinheiro na rua. Uma hora eu cansei, bicho, cansei de pedir, se não era por bem, era por mal, né não? Tu sabe bem, seu b$%&a.. hahaha
- Fera então força um semblante sério antes de continuar a história.

-Começa então a era sombria de Metamorfo. - Diz, engrossando a voz, pouco antes de uma risadinha. - Hehe.. Eu comecei a roubar.. era até bom nisso sabia? Eu era muito mão leve, isso até chamou atenção de umas ganguezinha pé de chinelo. Virei uma espécia de astro. Era legal até, pelo menos era bem tratado lá... hahaha... Mas não, não me orgulho disso, tá legal?

Dai comecei a subir na carreira. Com 16 eu já tava bem grande e parrudinho, virei um dos braços do Adalberto, aquele c%&@o. Siiiim, já trabalhei pra ele, tu conhece o babaca né não? To te falando que já fui sombrio. Mas isso durou só até ele colocar uma arma na minha mão e me mandar matar um cara inocente. Aquilo era pesado demais, não ia conseguir não. O que mamãe ia pensar de mim lá de cima? É.. isso deve ter sido o que me salvou.

Sei que Adalberto ficou puto, tive que fugir, voltei a roubar, e enfim, fui preso poco depois de fazer 18. Não na mesma prisão que tu vai. Era diferente, tinha nego muito perigoso lá.. Tu sabe né? Aqueles cara que solta fogo até pelo c*. Tu acha que eu ia aprontar lá? Nem a pau... hahaha...

Um tempo depois fui solto, já tinha uns 24 anos. Diz que fui solto por bom comportamento, mas não era não. Eu tava sendo vigiado mesmo. O sindicato, ops, não devia falar isso... mas f0d@s, quem vai acreditar num maconheiro? hahaha.. O sindicato que limpou minha barra, não me pergunte porque, talvez eu tinha potencial mesmo né? Aió, tu tem chance fiote. Enfim, hoje eu sou desses que usa roupinha apertadinha e tal
- Fera puxa a calça na região escrotal -ah, que alívio.

Daí comecei a lutar contra o crime e essa confusão toda na minha vida, por isso to aqui te contando esse causo.. hahaha.. Ah, porque do meu nome? Então, olha pra minha cara, olha meus dentinhos, olha essa p0rr@ dessa cauda.. Tu num acha que o nome casou não?
- O jovem herói escuta sirenes de polícia ao longe com seus sentidos aguçados. - Daqui a poco os chéga tão aqui pra te levar pra sua nova casinha, bicho, tu vai curtir lá, vai dividir quarto com 40 negão.. hahaha. Vo indo nessa, bom bater esse papo contigo, falous ae.

Numa agilidade impressionante, Fera pula o muro do beco, fugindo e deixando para trás, dependurado num poste, o ladrão que tentou roubar uma bolsa, mas que foi impedido pelo herói animalesco.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://fabricadeherois.forumeiros.com
Espectro

avatar

Mensagens : 1130
Data de inscrição : 05/06/2012
Aluno Iniciante

MensagemAssunto: Re: [Moderador] - Fera   Ter Jun 02, 2015 2:36 am

Características Pessoais:

Personalidade:
 

__________________________

Equipamentos:

Uniforme:
 

Motocicleta:
 

__________________________

Relacionamentos:

Jogadores:
 

Vilões:
 

NPCs:
 

__________________________

Cenário:

Rotina:
 

Locais:
 

Missões:
 


Última edição por Fera em Ter Ago 04, 2015 6:55 am, editado 11 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Espectro

avatar

Mensagens : 1130
Data de inscrição : 05/06/2012
Aluno Iniciante

MensagemAssunto: Re: [Moderador] - Fera   Dom Jul 12, 2015 10:05 pm

Epílogo: Não é só fracasso
Da Missão: O Jogo da Tampinha


Carlos da Silva se levantou em meio ao lixo. Sua expressão fechada. Segurou o homem que havia arrancado de dentro do veículo pela gola, e antes que o homem pudesse suplicar por piedade, Fera acerta um soco que o derruba.

Pouco depois, toda a situação estava resolvida. Ele viu seu “ídolo” de quando era mais novo sendo preso novamente, juntamente com os outros capangas, incluindo o que ainda estava inconsciente.

Fera já levantava sua moto do chão quando o seu celular tocou novamente, do mesmo jeito que havia começado aquela noite.

- Hmm.. alou?

- Oiiii Ferinha.. – A voz de Fogosa do outro lado da linha fez o característico sorriso de Carlos se abrir na mesma hora.

- Fogo? É você mesmo gata?

- Ahan.. Tava com saudade do meu tigrão..

- Cê sumiu depois do lance lá na Casa..

- Ééé.. eu to.. morando de favor. Uma amiga tá me ajudando.

- Mas e aí.. o que que pega?

- Ahh, onde você tá?

- To chegando em casa, por que?

- Ah.. nada.. só tô aqui na sua cama. Te esperando..

Fera correu como se não houvesse amanhã.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Espectro

avatar

Mensagens : 1130
Data de inscrição : 05/06/2012
Aluno Iniciante

MensagemAssunto: Re: [Moderador] - Fera   Sab Ago 08, 2015 6:31 pm

Epílogo: Diclofenaco
Da Missão: O pote de ouro no fim do arco íris – parte I e II

Fera subiu em sua moto, deixando Cybernética, Capitólia e Blecaute para trás. Uma dor aguda em sua coluna o fez fazer careta, e vindo de Carlos, era uma careta bem feia.

- Caceta. Eu dirrubo um sigurança, mas uma porra num candelabro me pega. Hahaha.. Êta Ferinha azarado.. - O herói sempre otimista ri, mesmo com sua coluna doendo.

Não demora muito e ele chega ao prédio da Olimpo Tecnologias, empresa pela qual faz alguns bicos como carregador. Ao menos essa é a desculpa para ele entrar e sair tanto do prédio onde funciona o sindicato. Estaciona sua motocicleta junto das demais, na própria rua, e entra pelos fundos do edifício, onde entram a maioria dos funcionários.

- Segura o elevadô pra mim!! Ai..Ai.. - Carlos corre pelo corredor, com as mãos na lombar, e andando não tão depressa. Depois que o sangue esfria que a dor é sentida mais forte.

Ele entra no espaço de 1x1m, olhando fixamente para o rapaz franzino que já estava lá dentro com um copo de refrigerante de fast-food nas mãos. Ele o olhava com uma mistura de estranheza e querendo rir.

- Deu mau jeito da coluna. Caí da escada. Com umas caxa. As caxa caíro em cima de mim. É. - Fera tentava inventar uma desculpa para o rapaz, que nada falou, apenas observava com o mesmo olhar. Carlos conhecia aquele olhar, só não lembrava de onde.

O elevador para em seu destino, que também era destino do jovem ao seu lado.

Melhoras aê, Fera - O jovem suga mais um pouco do refrigerante, e depois parte em disparada em alta velocidade, levantando folhas de papeis e cabelo das mulheres no corredor, já acostumadas com essa rotina.

- Ligeirinho! Desgraça! Para de corrê minino! - Fera gritou, tarde demais.

O herói anda pelos corredores do Sindicato, procurando um local específico e pessoas específicas. Ele passa por uma japonesa de uniforme azul, um jovem loiro de uniforme verde e por pelas irmãs gêmeas, todos eles olhando Carlos da Silva andar igual um velho até a porta com uma cruz vermelha.

- AM-BU-LA-TÓ-RIO. - Fera lê as letras garrafais logo acima da porta.

Toc Toc-Toc-Toc Toc

Ele bate no ritmo.

Toc-Toc

A pessoa atrás da porta bate de volta poucos segundos depois, antes de abrir. Ela uma loirinha vestida de branco, mas não a loira que ele esperava encontrar.

- Opa, Samaritana taí não?

- Ela saiu tem pouco tempo.. Fera.. é isso?

- Isso.. - Ele dá seu largo sorriso, tentando ser simpático com a moça. - E o Dotô?

- Tem tempo que ele não aparece na verdade. Mas eu posso te ajudar em alguma coisa?

Fera olha a moça de cima até embaixo, e um pensamento pervertido surge em sua mente.

- Ahhhh... Cê pode me ajudar sim... Cê pode me ajudar muito.

30 minutos depois.

A porta do ambulatório se abre de repente e tudo que Terremoto viu um homem alto, largo e com um cauda e a nova contratada do área da saúde se agarrando contra um armário, que se separam rapidamente com o susto.

- Ééé.. você precisa de diclofenaco sódico pra dor nas costas Sr. Fera. - Ela diz constrangida, arrumando o jaleco. A jovem abre o armário rapidamente, pega uma caixa e entrega para o herói.

- Obrigado senhora dotôra. - Fera pega a caixa e sai, passando apertado pelo geocinético, que ainda estava na porta, olhando para aquela cena.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: [Moderador] - Fera   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
[Moderador] - Fera
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» TRISTAR 500 SCRATCH AIRFIX TAP AIR PORTUGAL 1/144
» [Moderador] - Xamã

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
fabricadeherois :: FHVerso :: Sindicato :: Personagens-
Ir para: