InícioRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 [NPC] Tripulação do Tunglskin

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Inquisidor

avatar

Mensagens : 582
Data de inscrição : 23/06/2012
Aluno Avançado

MensagemAssunto: [NPC] Tripulação do Tunglskin   Ter Abr 30, 2013 1:23 pm

A tripulação padrão do Tunglskin é um tanto curiosa. Diferentemente da maioria das tripulações tradicionais, esta conta com três ex-membros de um antigo circo, que já tivera seus tempos de glória e fama, que duraram cerca de poucos meses, não vindo isso ao caso, mas que fora extinto, caindo na desgraça e no esquecimento. Seus integrantes se espalharam por Winterheim, fazendo pequenas apresentações solitárias, alguns se juntaram a outros circos, e muitos outros simplesmente sumiram. No entanto, três deles tentaram se restabelecer, e ao ouvir falar das expedições para Valleyheim, foram um dos primeiros grupos a chegar em Exanceaster, se apresentando a Aldryck, por este ter maior afinidade com a arte do que os demais Jarls da cidade, e juntando-se a ele, provaram-se homens de valor, que planejam enriquecer nas expedições as terras desconhecidas para reabrir o antigo circo, para que ele possa esbanjar a alegria do povo circense sobre Winterheim novamente.

Rokk, o Perneta.

Rokk nem sempre fora conhecido por este nome. Antes era conhecido com Rokk, O Homem Urso, e suas apresentações se baseavam em combates ensaiados com um urso negro domesticado. No entanto, em uma das apresentações corriqueiras, os deuses se puseram contra Rokk, e o urso que tanta confiança passava ao circense o atacou, indo imediatamente contra a perna direita de Rokk. Os arremessadores de faca do circo correram em socorro do companheiro, o urso foi morto com a chegada dos espadachins das lâminas escandescentes, mas o estrago estava feito, a carne da perna de Rokk fora rasgada, assim como os músculos da pantorrilha, tornando Rokk um homem manco, pro resto da vida. Apesar de não ter perdido a perna, o apelido de perneta veio pelo fato de Rokk usar uma bota de couro forrada internamente por madeira, sendo quase que uma prótese pesada, que da maior estabilidade a Rokk, permitindo-o lutar, custando, porém, a velocidade que tinha quando combatia o urso negro em tempos já passados.

Rokk possui um grande vigor físico, e não tem arma favorita, a não ser sua ligeira inclinação optativa por armas mais pesadas, pois, já que a velocidade lhe foi abocanhada, restou-lhe a brutalidade das armas maiores.

Garg, o Falastrão.

Garg não possuía boas qualidades físicas em sua época circense, sendo que todos os seus músculos e habilidades razoáveis em combate foram adquiridos após sua nova vida ultramarina. Seu trabalho, no circo, era o de um palhaço contatador das mais absurdas mentiras. Tão extravagantes e exageradas eram suas falácias, que não havia um só espectador que conseguisse segurar a gargalhada. O problema veio quando Garg começou a acreditar em seus próprios absurdos, e a mentira consumiu sua mente. Hoje, ele vive uma luta psicológica interna, não sabendo quando dizer a verdade e quando contar mais uma de suas mentiras. No entanto, Garg encontrou em Aldryck, uma pessoa séria que não ria de suas histórias, mas o incentivava a continuar, e é por este motivo, que o falastrão não mente para o Jarl elfo, quer dizer, não mente por completo. Suas falas, quando dirigidas a Aldryck, são cheias de exageros e conotações engraçadas e alucinadas, mas em meio as palavras sem sentido desferidas pela língua treinada de Garg, há várias informações legítimas, que são sabiamente captadas e interpretadas pelo Alfar.

Garuk, o Mudo.

Garuk nunca tivera muito sucesso na vida. Cresceu como um ladrão, um mero trombadinha até que aos 14 anos, tivera sua língua arrancada após roubar uma égua e ser pego na empreitada. Ainda mais rejeitado pela mudez, foi acolhido pelo circo, e nele encontrou seu lugar como equilibrista. Era uma profissão que não exigia palavras de sua parte, e o mesmo se mostrou possuidor de uma agilidade e destreza felinas que o possibilitou alavancar seu lugar entre os melhores do circo.

Hoje, Garuk serve a Aldryck principalmente como espião, tendo seus passos leves e ajustados de modo a não fazer barulho perfeitos para os mais variados serviços furtivos.

________________________________________________________________________
No Corpo do Policial Militar, o sangue não corre.
Ele se desloca em ordinário marche!

O único dia fácil foi ontem.
Milícia Bandeirante


1932 - Vitória Paulista.
1964 - Vitória Brasileira.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
[NPC] Tripulação do Tunglskin
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» USS INDIANAPOLIS 1/350 TRUMPETER Finalizado !

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
fabricadeherois :: FH Crônicas Nórdicas :: Controle :: Personagens-
Ir para: